Search
Close this search box.
RIO BRANCO

CIDADES

Aeroporto de Porto Alegre deve voltar a operar até dezembro

Publicado em

Fechado há um mês devido às enchentes na capital gaúcha, o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), pode voltar a operar até o mês de dezembro. A previsão foi repassada durante vistoria com representantes do governo federal na manhã desta segunda (3/6). O Metrópoles confirmou a informação com dois participantes da vistoria.

Segundo o deputado estadual Frederico Antunes (PP-RS), que participou da vistoria, a CEO da concessionária Fraport Airport, Andreea Pal, informou que o aeroporto não poderá ser reaberto antes da segunda quinzena de dezembro. O prazo de dezembro seria possível caso as obras no local começassem ainda em junho.

Também participaram da vistoria o ministro Paulo Pimenta, secretário Extraordinário de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, juntamente com técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Continua depois da publicidade

O aeroporto de Porto Alegre está fechado desde o dia 3 de maio, quando as águas do Guaíba tomaram conta da pista e do primeiro pavimento do prédio.

Segundo a Fraport, a previsão é de que a retomada das operações custaria R$ 300 milhões, sendo R$ 45 milhões apenas para aquisição de equipamentos, grande parte deles com necessidade de importação. As informações foram divulgadas inicialmente pela Zero Hora.

A administradora do terminal realizou a contratação da empresa que fará a limpeza da pista. Os trabalhos estão previstos para começarem ainda nesta segunda.

“A partir desta semana, inicia com mais força todo o trabalho de limpeza e sondagens. É uma prioridade acompanhar, para que, no menor tempo possível, fazer com que esse aeroporto possa funcionar”, disse o ministro Pimenta.

Enchentes no RS

Segundo o último balanço da Defesa Civil, divulgado às 9h desta segunda-feira, a tragédia causada pelas chuvas que assolam o Rio Grande do Sul já deixou 172 mortos. No total, são 806 feridos e 42 desaparecidos.

Mais de 2 milhões de pessoas foram afetadas, sendo que 579 mil estão desalojadas e 37 mil em abrigos.

Dos 497 municípios do estado gaúcho, 475 foram atingidos pela tragédia.

Continua depois da publicidade
Propaganda
Advertisement