Search
Close this search box.
RIO BRANCO

CIDADES

Água começa a baixar na capital, mas RS tem 51 rodovias com bloqueios

Publicado em

Em meio à calamidade enfrentada pelo Rio Grande do Sul devido às fortes chuvas que atingem a região desde o dia 29/4, o estado não registrou volumes de chuvas nas últimas 24 horas. Com o arrefecimento das tempestades, o volume das águas do Lago Guaíba está reduzindo. Porém, a redução no nível das enchentes nos pontos mais altos não é o suficiente para o desbloquear todas rodovias.

Nesta quinta-feira (16/5), a Defesa Civil informou que ainda são 94 os trechos com bloqueios totais e parciais em 51 rodovias, entre estradas, pontes e balsas, abrangendo as rodovias concedidas e as administradas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), segundo os dados obtidos pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), consolidadas com o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM).

Confira os detalhes abaixo:

Continua depois da publicidade

Rodovias com bloqueio total

  • Farroupilha – RS 122, km 42 ao 48.
  • Cotiporã – RS 359, km 15.
  • Bom Principio – RS 415, km 01.
  • Bento Gonçalves -RS 431, km 05.
  • Bento Gonçalves – RS 431, km 22.
  • Vista Alegre do Prata – RS 441, km 22.
  • Bento Gonçalves – RS 444, km 19.
  • Farroupilha – RS 448, km 44.
  • Caxias do Sul – RS 452, km 27.
  • São Francisco de Paula – RS 484, km indeterminado Ponto do bloqueio entrada 020/484 – acesso Rincão do Krueff.

Rodovias com bloqueio parcial

  • Boa Vista do Sul – RS 453, km 75.
  • Gramado – RS 115, km 28 sentido Três Coroas.
  • São Vendelino – RS 122, km 37.
  • Nova Petrópolis – RS 235, km 06, sistema Pare e Siga.
  • Gramado – RS 235, km 35 e 36, o trânsito é desviado para a faixa da esquerda do contra-fluxo no acesso anterior do posto Sapatos.
  • Canela – RS 235, km 52.
  • Veranópolis – RS 355, km 03.
  • Farroupilha – RS 448, km 49.
  • Canela – RS-466, km 02.
  • Caxias do Sul – RS 453, km 158.
  • Farroupilha – RS 813, km 13.

Nível dos rios e lagos

O nível das águas do Lago Guaíba caiu 24 centímetros em 24 horas, segundo dados da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) e da Agência Nacional de Águas (ANA), porém devido a estrutura Hidrogáfica do Rio Grande do Sul, outros rios e lagos em confluência com o Guaíba estão apresentando aumento no volume das águas.

O nível das águas da Lagoa dos Patos, por exemplo, voltou a subir nesta quinta-feira (16/5), ao atingir 2,80m e igualar o recorde histórico de 1941, segundo dados do MetSul.

O rio Jacuí tem níveis elevados no delta, na confluência com o Guaíba. O rio dos Sinos e o rio Gravataí seguem em tendência de estabilidade, caminhando para um lento declínio, pois eles são represados pelos altos níveis do Guaíba.

Volume dos rios nesta quinta

Continua depois da publicidade
  • Lago Guaíba – Porto Alegre: 4,86 metros (cota inundação 3,00 Centro; 2,10 Ilhas).
  • Rio dos Sinos – São Leopoldo: 6,87 metros (cota inundação 4,50).
  • Rio Gravataí – Passo das Canoas: 5,78 metros (cota inundação 4,75).
  • Rio Taquari – Muçum: 5,95 metros (cota inundação 18,00).
  • Rio Caí – Feliz: 3,18 metros (cota inundação 9,00).
  • Rio Uruguai – Uruguaiana: 10,95 metros (cota inundação 8,50).
  • Lagoa dos Patos – São Lourenço do Sul: 2,80 metros (cota inundação 1,30).

Apesar da redução, de acordo com a Sema, o Guaíba deve se manter em níveis elevados, com prolongamento da cheia durante toda essa semana.

Propaganda
Advertisement