Search
Close this search box.
RIO BRANCO

CIDADES

De volta aos trilhos: Complexo Madeira-Mamoré é reaberto para o público

Publicado em

O Complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM) reabre suas portas após um período de cinco anos, trazendo consigo a oportunidade de reviver a história e a importância desse símbolo para o estado de Rondônia. Tombado como Patrimônio Cultural Brasileiro desde 2006, o local carrega consigo uma narrativa intrinsecamente ligada à região.

A construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré foi um elemento crucial do Tratado de Petrópolis, firmado em 1903 entre o Brasil e a Bolívia para resolver um conflito territorial envolvendo o Acre. Embora a Bolívia tenha tido interesse primordial na ferrovia, enfrentou dificuldades na sua concretização. O propósito da estrada de ferro era estabelecer um corredor para escoar a produção regional, especialmente a borracha.

Desde seu tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2006, o complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré tem sido preservado como parte fundamental do patrimônio cultural brasileiro.

Continua depois da publicidade

Nesta primeira fase de reabertura, a população terá acesso às praças e ao museu, enquanto outros espaços como praça de alimentação e boxes comerciais permanecerão fechados por enquanto.

A cerimônia de reabertura contará com apresentações culturais e diversas atividades, com início previsto para as 10h e encerramento às 22h deste sábado, proporcionando uma oportunidade única para celebrar e reconectar-se com essa parte significativa da história local.

Propaganda
Advertisement