Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

CIDADES

Fronteiras energizadas: Hidrelétrica de Jirau levará luz a municípios bolivianos

Publicado em

Uma aliança energética inovadora promete transformar o cenário elétrico entre Brasil e Bolívia, estreitando laços e beneficiando diretamente as cidades de Cobija, Guayaramerín e Riberalta. Localizados em território boliviano, esses municípios fronteiriços serão agora iluminados pela energia proveniente da poderosa Hidrelétrica de Jirau, às margens do imponente Rio Madeira.

O acordo histórico, firmado recentemente entre a República Plurinacional da Bolívia e a República Federativa do Brasil, representa não apenas um marco de cooperação, mas também um gesto de solidariedade que impactará positivamente a vida de pelo menos 250 famílias. Sob os auspícios desse pacto, o Brasil se compromete a fornecer 750 megawatts de potência, equivalente ao consumo de uma cidade com dois milhões de habitantes.

Durante a visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Santa Cruz de La Sierra, foi selado esse compromisso que transcende fronteiras e promove o desenvolvimento mútuo. Para a Bolívia, os benefícios vão além do aspecto econômico, atingindo também a sustentabilidade ambiental. O Ministro de Energia boliviano, Franklin Molina, ressalta que a interligação energética não só proporcionará economia significativa de gás como também fortalecerá a confiabilidade dos sistemas elétricos locais.

Continua depois da publicidade

Com essa iniciativa inovadora, estima-se uma redução anual de aproximadamente 50 milhões de litros de gasóleo utilizados na geração de energia elétrica, representando uma economia financeira substancial para o país andino. A sinergia entre Brasil e Bolívia não apenas ilumina casas e ruas, mas também ilumina um futuro mais sustentável e próspero para ambas as nações.

Propaganda
Advertisement