Search
Close this search box.
RIO BRANCO

CIDADES

Grávida queima metade do corpo após acender fogão a lenha com etanol

Publicado em

Uma grávida teve metade do corpo queimado ao tentar acender um fogão a lenha. O caso aconteceu nessa quinta-feira (16/5), em Vera Cruz, no interior de São Paulo.

Segundo apuração da TV Tem, a vítima ficou gravemente ferida após uma explosão causada por etanol, utilizado para acender o equipamento. A mulher foi mais atingida nos membros superiores, como rosto e cabelo, e queimou cerca de 50% do corpo.

A vítima foi socorrida por um vizinho que ouviu o barulho da explosão, que ocorreu por volta das 9h30. Ainda de acordo com a emissora, a mulher esta internada no Hospital das Clínicas (HC) de Marília, cidade vizinha. Até o momento desta publicação não há informações sobre o estado de saúde dela e do bebê.

Continua depois da publicidade

A prática de usar substâncias inflamáveis como o etanol para acender fogões a lenha é perigosa e desaconselhada por especialistas em segurança doméstica. O etanol, por ser altamente volátil, pode facilmente causar explosões se manuseado incorretamente. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) recomenda métodos mais seguros, como o uso de acendedores específicos para fogões a lenha, que não apresentam os mesmos riscos de combustão explosiva.

Propaganda
Advertisement