Search
Close this search box.
RIO BRANCO

CIDADES

Grupo fica preso por 1h em elevador no 40º andar de prédio

Publicado em

Um grupo de pessoas ficou preso por cerca de uma hora, nessa quinta-feira (30/5), no elevador do edifício Mirante do Vale, no centro de São Paulo, um dos mais altos da cidade, com 51 andares.

Cerca de 10 adultos e crianças haviam visitado a atração Sampa Sky, um mirante de vidro panorâmico no 42° andar. Quando voltavam do passeio, por volta de 11h30, o elevador do prédio parou na altura do 40° andar.

Segundo a empresa Atlas Schindler, responsável pela manutenção do prédio, o elevador fez uma parada de segurança porque o detector de peso foi acionado. A empresa disse que o técnico, ao ser chamado, fez a liberação dos passageiros.

Continua depois da publicidade

“A empresa se solidariza com os passageiros do edifício em questão e reforça que oferecer uma viagem segura e confortável a todos os usuários é uma de suas premissas de atuação. A companhia destaca que a integridade dos usuários é uma prioridade e todos foram retirados do equipamento em segurança”, afirmou a Atlas Schindler, em nota.

Também em nota, o Sampa Sky lamentou “profundamente” o ocorrido e afirmou que esteve ao lado dos seus visitantes durante todo o tempo para tentar amenizar o impacto da falha no elevador do Condomínio Mirante do Vale.

“Mesmo que a responsabilidade dos elevadores seja da Atlas Schindler e da administração do condomínio Mirante do Vale prezamos pelo bem-estar dos nossos visitantes”, disse a empresa. Segundo o Sampa Sky, o elevador foi inaugurado há aproximadamente dois meses, após um processo total de renovação “com troca completa de seus mecanismos”.

O edifício Mirante do Vale foi inaugurado em 1966, no Vale do Anhangabaú. Com 170 metros de altura, foi considerado o prédio mais alto da capital paulista durante décadas.

Propaganda
Advertisement