Search
Close this search box.
RIO BRANCO

CIDADES

Porto Alegre derruba passarela para construção de corredor humanitário

Publicado em

O prefeito de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Sebastião Melo, começou a construção de um corredor humanitário para facilitar a chegada de caminhões com ajuda enviada à cidade em meio às fortes chuvas que acometem o estado desde a segunda-feira (29/4). A prefeitura espera que a obra seja finalizada neste final de semana. A antiga passarela da rodoviária de Porto Alegre que atravessa a Rua da Conceição foi derrubada na manhã desta sexta.

O corredor humanitário está sendo construído entre Avenida Castelo Branco e o Túnel da Conceição, próximo à Estação Rodoviária, que está alagada.

A passagem tem a intenção, também, de desobstruir a RS-118 que, atualmente, é a via de acesso principal à Região Metropolitana de Porto Alegre, uma vez que as demais estão bloqueadas devido aos danos causados pelas chuvas.

Sebastião Melo afirmou que “o acesso é fundamental, pois por este corredor humanitário chegarão ambulâncias, remédios, comida e suprimentos. Agradeço o esforço das secretarias envolvidas e parceiros. Juntos, vamos reerguer a nossa cidade”.

O prefeito ainda ressaltou, ainda, que “a comida tem de chegar, o remédio tem de chegar, a ambulância tem de passar, o caminhão do Exército tem de passar. Então, é um corredor que salva vidas”.

Continua depois da publicidade

A construção está sendo feita a partir da demolição da passarela, que tinha quase 50 anos de idade. Sebastião Melo disse que a passarela precisou ser demolida, pois é baixa e impede a passagem de caminhões. Em um segundo momento, uma nova passarela, mais alta, será erguida no mesmo local.

Segunda a prefeitura, o corredor humanitário tem aproximadamente 300 metros e será erguido com três camadas de sedimentos. A primeira é de pedras grandes que vão dar base para a estrutura. Depois, será preenchido com uma camada mais fina de brita e finalizada com uma camada de asfalto, que permitirá o trânsito de veículos.

Estão sendo usadas máquinas nas pontas da ligação, para evitar a entrada de água.

Veja o vídeo da construção

 

Propaganda
Advertisement