Search
Close this search box.
RIO BRANCO

CIDADES

SP: filhote de naja desaparecido é achado quase um mês depois em dutos do Instituto Butantan

Publicado em

Um filhote de cobra naja foi encontrado após passar quase um mês desaparecido no Instituto Butantan, em São Paulo, segundo informou a instituição nesta quinta-feira, 6. Segundo os pesquisadores, a serpente foi achada viva, bem, e está sob cuidados de médicos veterinários.

O caso chamou atenção após o Butantan comunicar o desaparecimento do filhote, um macho, no fim de maio passado, cerca de três semanas após seu ‘sumiço’ inusitado. Uma investigação interna chegou a ser aberta para determinar o paradeiro da serpente.

A instituição levantou a hipótese de que a naja pudesse ter entrado em um ralo e morrido. No entanto, a serpente foi achada viva após os pesquisadores perceberem uma movimentação estranha nos dutos de um dos laboratórios, informou o diretor cultural Giuseppe Puorto à TV Globo.

Continua depois da publicidade

“O nosso filhote foi encontrado no lugar em que a gente imaginava, dentro do próprio laboratório, nos dutos. Ela ficou lá, escondida, por muito tempo. Nos dutos, ela ficou livre dos predadores que tem aqui no Butantan, ficou protegida e pode até beber água”, afirmou Puorto.

Ainda segundo o diretor, as serpentes são capazes de ficar muito tempo sem beber água e ainda mais tempo sem se alimentar, o que contribuiu para que o filhote fosse achado vivo.

“É bom lembrar que ela esteve durante todo esse tempo longe do parque de visitação, mas no laboratório de pesquisa, junto com os pesquisadores, só que estava escondidinha”, ressaltou Giuseppe.

O Butantan informou, ainda, que conta com soro disponível contra o veneno das cobras najas, em casos de picadas da serpente.

 

Propaganda
Advertisement