Search
Close this search box.
RIO BRANCO

CIDADES

Tenda contra dengue em área carente do DF fica alagada durante chuva

Publicado em

As fortes chuvas que atingiram o Distrito Federal nesta semana alagaram uma das tendas montadas para conter a epidemia de dengue no Distrito Federal.

Vídeos registraram como ficou a unidade da Estrutural, área carente do DF, após as águas invadirem o local na segunda-feira (1º/4).

Veja:

Continua depois da publicidade

Profissionais de saúde atenderam pacientes enquanto a água corria pela tenda. Para o Conselho Regional de Enfermagem do DF (Coren-DF), a situação é alarmante e comprova a fragilidade das estruturas montadas.

“Os profissionais de saúde e os pacientes merecem condições dignas de trabalho e atendimento, livres de riscos à saúde e à segurança”, afirmou o presidente do Coren-DF, Elissandro Noronha.

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que não houve prejuízo a nenhum equipamento nem aos servidores, mas o atendimento foi temporariamente suspenso para limpeza e secagem da tenda.

De acordo com a secretaria, pacientes que estavam sendo hidratados continuaram com a hidratação dentro da Unidade Básica de Saúde (UBS) 2 da Estrutural, que fica no local.

A pasta informou que existe uma segunda cobertura de tenda para minimizar os impactos naturais. A estrutura continuará funcionando no mesmo local.

CAPS alagado

Além das tendas de hidratação para pacientes com dengue, alagamentos foram filmados no Centro de Atenção Psicossocial para tratamento de Álcool e outras Drogas (Caps AD III), em Ceilândia, também na segunda.

Continua depois da publicidade

Veja:

A água chegou a escorrer pelas lâmpadas, causando riscos de curto-circuito e choques. Móveis e equipamentos foram danificados.

A Secretaria de Saúde argumentou que toda a Rede Caps está passando por revitalização, e que o alagamento ocorreu devido a uma reforma no telhado da unidade.

“Com a chuva de segunda, ocorreu um problema pontual. Todas as medidas já foram tomadas para cessar a situação e nos próximos dias toda a unidade estará liberada para funcionamento regular”, afirmou a pasta, em nota.

Neste caso, o atendimento não foi suspenso, mas houve alguns remanejamentos para unidades da rede para que acolhidos e servidores não sejam prejudicados.

Propaganda
Advertisement