Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

ENTRETENIMENTO

Após cirurgias no cérebro, ator Tony Ramos revela novo tratamento: ‘Só de falar me emociona’

Publicado em

Recuperado do acidente vascular cerebral que o fez passar por duas cirurgias na cabeça, o ator Tony Ramos, de 75 anos, volta ao teatro, ao lado de Denise Fraga, no que chama de ‘a peça da minha vida’ na próxima sexta-feira (12). Agora cuidando de sua saúde e melhor do que nunca, o ator relembrou como foi o dia em que passou mal e desmaiou.’Só lembro quando acordei na UTI, depois de o pior já ter passado’, diz Tony.

O ator já está em casa e se recupera de duas cirurgias no cérebro as quais foi submetido no mês de maio. Em entrevista à coluna da jornalista Mônica Bergamo, o ator explica como tem sido após receber alta da UTI no dia 21 de maio:

“Eu não me lembro de nada do que aconteceu. Quando acordei, já no hospital, depois das duas cirurgias, a Lidiane me contou o que tinha acontecido, levei um susto e pedi para ler as notícias que tinham saído sobre o meu caso”.

Continua depois da publicidade

Segundo o ator, no dia em que passou mal em casa, ele tinha sentido fortes dores de cabeça quando tossia.

“Eu estava no Rio de Janeiro para terminar as filmagens do filme ‘A Lista’, com a Lilia Cabral e vinha sentindo uma dor de cabeça quando tossia, doía a minha testa, bem na frente, às vezes na lateral. Eu dizia para a minha mulher que achava que tinha pinçado um nervo na coluna. Ela me disse ‘vai ao médico’. Mas eu não tinha tempo naquele dia, então tomei um remédio comum e fui deitar. Quando comecei a me demorar, estava chegando a hora de eu sair para a filmagem, ela subiu até o quarto e me encontrou desfalecido, entregue, desmaiado”, contou ele.

“Nisso chegou o carro da produção, a Lidiane chamou nosso funcionário e pediu que ele chamasse o motorista do filme para ajudar, porque ela não aguentava o meu peso sozinha. Ligou para a minha médica por FaceTime. Quando me viu daquele jeito, ela mandou uma ambulância na mesma hora.”

Após o episódio, Tony Ramos foi encaminhado para o Hospital Samaritano, no bairro de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Naquele momento, os médicos de Tony já pediram que a sala de cirurgia fosse preparada. Tony Ramos chegou ao hospital, fez uma tomografia. Assim que os pontos do sangramento ficaram visíveis através do exame, o neurocirurgião determinou em que lugar ia perfurar o crânio do ator para drenar o sangue que estava comprimindo seu cérebro e causando as dores de cabeça.

A primeira cirurgia aconteceu minutos depois de o paciente chegar ao hospital. Mas, algum tempo depois, já na UTI, Tony teve uma convulsão e foi necessária uma segunda cirurgia. Ou seja, outro buraco foi aberto na cabeça dele para drenar mais um tanto de sangue de um segundo hematoma que havia ficado escondido na tomografia, embaixo do primeiro.

“Eu tô repetindo tudo o que a minha mulher me contou, eu mesmo só me lembro do que aconteceu quando acordei na UTI, depois de o pior já ter passado”.

Continua depois da publicidade

Tony agora faz fisioterapia

O ator contou, ainda, que iniciou a fisioterapia assim que foi transferido para um quarto de hospital normal e tem feito diariamente desde então. Outro exercício que ele fez ainda na cama do hospital foi testar a memória, e passou todo o texto da peça “O Que Só Sabemos Juntos”.

“Essa peça é muito especial, porque ela invade até terrenos da minha infância, coisas que estavam guardadas na minha memória há muito tempo”, conta o ator. “É um espetáculo que nasceu na sala de ensaio, e ver isso acontecer, de uma maneira muito orgânica, mas pulsante, é uma coisa muito especial”, diz ele.

“A gente ia fazendo exercícios, improvisos, ia vendo o que estava funcionando, aí juntava com um trecho de uma poesia do Fernando Pessoa, uma história pessoal, uma cena de filme de super-herói. Só de falar me emociona.”

Já fazia 20 anos que Tony Ramos estava longe dos palcos, dedicado ao audiovisual, novelas, séries, filmes, quando apareceu o convite para construir e apresentar “O Que Só Sabemos Juntos”, uma espécie de spin-off, um produto derivado, digamos, do espetáculo anterior de Denise Fraga, também apresentado no Tuca, um enorme sucesso de público e crítica chamado “Eu de Você”.

Propaganda
Advertisement