Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ENTRETENIMENTO

Bebê Rena: stalker da vida real processa Netflix e pede R$ 890 milhões

Publicado em

Fiona Harvey, mulher que afirma ser a verdadeira Martha da série Bebê Rena, processou a Netflix por difamação, imposição intencional de sofrimento emocional, negligência e violação de seu direito de publicidade. Ela pede indenização de US$ 170 milhões (cerca de R$ 893 milhões).

De acordo com a Variety, Fiona moveu a ação nesta quinta-feira (6/6). No documento, ela afirma que a plataforma de streaming contou “mentiras brutais” na produção.

“Os réus contaram essas mentiras e nunca pararam, porque era uma história melhor do que a verdade, e histórias melhores davam dinheiro”, diz um trecho.

Richard Gadd, criador da série, já havia dito que mudou detalhes da personagem para que ela não fosse identificada. Fiona foi a responsável por dizer, em entrevistas, que a produção é baseada nela.

Continua depois da publicidade
Propaganda
Advertisement