Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

ENTRETENIMENTO

Caso Iza expõe a compra e venda de informações comprometedoras de famosos

Publicado em

Dinheiro gera dinheiro. Uma notícia bombástica em um site ou perfil de rede social pode resultar em milhões de acessos e, consequentemente, impulsionar os ganhos com publicidade associada à matéria.

Por isso, é mais comum do que se imagina a compra de ‘furos’, ou seja, as notícias exclusivas, geralmente sobre a vida amorosa e sexual de artistas e subcelebridades. Ao comunicar ter sido traída, Iza disse que a informação havia sido oferecida a um profissional de imprensa por R$ 30 mil.

Logo alguns portais revelaram o nome e algumas fotos da suposta pivô da separação da cantora, grávida de seis meses, e do jogador de futebol Yuri Lima. A artista deu a entender que tomou a iniciativa de gravar o vídeo para não permitir que a algoz conseguisse lucrar com a situação.

Continua depois da publicidade

Quem ofereceu as provas da traição demonstra estar fora da realidade ao pedir quantia tão alta. Para efeito comparativo, o jornalista Leo Dias revelou no podcast ‘Vi na Vivi’, de Vivi Mascaro, que pagou 2 mil dólares (cerca de R$ 9 mil na cotação de setembro de 2023) pelo vídeo do flagra de Neymar acompanhado de mulheres em boate de Barcelona, quando ele ainda estava comprometido com Bruna Biancardi.

O jornalismo profissional impõe a regra de jamais se pagar a informantes e entrevistados. Na prática, alguns veículos especializados na cobertura da intimidade de figuras midiáticas driblam esse código de ética em nome das metas de audiência.

Existe o movimento contrário: gente desesperada por 15 minutos de fama que tenta comprar espaço para se promover. Não confundir este perfil com os clientes que contratam assessores de imprensa a fim de conseguir notas e matérias sem pagar nada aos repórteres e colunistas.

Ainda em relação a Iza, importante ressaltar a dignidade de sua postura no pronunciamento. Ela teve a grandeza de mostrar preocupação com os pais do agora ex e conduziu o relato de maneira a evitar um escândalo.

No lugar dela, certos famosos aproveitariam para fazer sensacionalismo na intenção de ganhar mais visibilidade e seguidores. Neste meio, há quem tente usufruir financeiramente até da própria desgraça.

 

Propaganda
Advertisement