Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ENTRETENIMENTO

Ex-BBB Leidy Elin sonha em tirar a mãe da favela: ‘Quero dar conforto e segurança a ela’

Publicado em

A ex-BBB Leidy Elin, de 26 anos, contou que seu sonho é tirar a mãe da favela e ter uma casa com piscina. A trancista ainda relembrou a emblemática briga com Davi e condenou o fanatismo da torcida do rapaz.

“Aonde tem dinheiro, tô indo. A gente não pode correr de trabalho, não. Agora, após o BBB24, pretendo mudar de casa. Meu objetivo ao entrar no programa era tirar minha mãe da favela, dar conforto e segurança a ela […] meu grande sonho é ter uma casa com piscina.”, contou Leidy, em papo com o Extra.

Apesar de estar fora do reality há algumas semanas, a sister ainda reluta para acreditar que é uma pessoa pública. Nas ruas, pessoas pedem para tirar fotos com ela e elogiam sua personalidade. Vira-e-mexe, ela reconhece, tem quem a critique pelas brigas com Davi, um dos favoritos ao prêmio. Durante o confinamento, ela protagonizou diversos desentendimentos com o rapaz. Em uma discussão, ela chegou a jogar as roupas dele na piscina.

Continua depois da publicidade

Ao relembrar, ela reavalia sua atitude, mas não se arrepende do bate-boca. “Passei do limite. Não convivo tanto nem com minha mãe. Estava 24 horas com pessoas que não conhecia. Me exaltei, pesei a mão em jogar as roupas do Davi na piscina. Mas das discussões com ele eu não me arrependo. A gente não se dava. O programa é o tempo todo um julgando o outro. As pessoas aqui falam: ‘Leidy, como é que tira mancha de cloro da roupa?’ (risos). Tô levando tudo com leveza”, reflete.

Ao longo da temporada, Leidy Elin teve seu perfil no Instagram derrubado após algumas brigas com Davi. Questionada sobre o fervor dos seguidores do rapaz, ela condena o fanatismo e os ataques racistas que recebeu. Inclusive, confirma que medidas judiciais já estão sendo tomadas para punir os responsáveis.

“A minha equipe jurídica já tomou as medidas cabíveis, está processando quem me atacou. Acho lamentável o que aconteceu porque o racismo está enraizado desde que o mundo é mundo. Tem pessoas que me desejaram mal, queriam que eu ficasse no fundo do poço. Chorei após ver algumas coisas […] Uma loucura [derrubarem meu Instagram]. O pau quebra lá dentro e depois todo mundo conversa, brinca. As pessoas aqui fora levam tudo ao extremo. O próprio Davi vai se assustar quando sair. Esse fanatismo é um absurdo”.

 

Propaganda
Advertisement