Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ENTRETENIMENTO

Influenciador se une a Neymar no leilão beneficente do craque

Publicado em

Após ter anunciado a data da 4° edição do Leilão Beneficente do Instituto que leva o seu nome, Neymar Jr. se prepara para promover o evento ao lado de outras grandes personalidades, no dia 3 de junho, no Clube Monte Líbano, em São Paulo, em uma verdadeira noite de gala em prol de uma grande causa social.

Além do próprio anfitrião, o time de apresentadores ainda terá como reforço outros famosos. E o empresário e fundador de O Poder do Network, Bruno Avelar, que na edição passada, num lote extra, doou seu blazer usado no evento e um colar de pedras preciosas para a causa, está nesta seleta lista.

Bruno Avelar também colocou o relógio Rolex que usava no pacote e, durante conversa com a coluna, falou sobre sua participação no evento: “Para mim será uma honra participar como apresentador oficial desse evento beneficente. Ajudar o próximo é uma oportunidade que todos nós devemos aproveitar”, afirmou.

Continua depois da publicidade

Casimiro teve cartão bloqueado após leilão de Neymar

Casimiro Miguel virou notícia, em junho do ano passado, ao arrematar o troféu de despedida de Lionel Messi do Paris Saint-Germain por R$ 825 mil durante o leilão beneficente do Instituto Neymar. Mas o pós-compra, ainda mesmo durante o evento, foi o que deixou o youtuber mais desconcertado.

Ele contou, em seu canal, que teve o cartão do banco bloqueado e ainda levou uma chamada da esposa por conta do outro presente que vinha junto com o item: um jantar com Deborah Secco.

Antes de relatar os problemas de pagamento e com a mulher, Anna Beatriz, ele ainda relatou um outro momento embaraçoso: “O Neymar pegou o troféu e falou ‘segura’. E eu fui igual um bobão. Quando eu botei as duas mãos, eu desequilibrei. Eu abri a perna e a minha calça caiu”, relatou, antes de continuar:

“E, aí, quando a minha calça caiu eu abri as pernas e geral tirando foto. E eu tinha certeza que estava com a bunda para fora. Foram cinco segundos que pareceram cinco anos. Meu cinto estava na altura na bunda, segurando por um milagre. Alguém segurou o prêmio e eu levantei a calça”, detalhou.

Além de quase ficar sem roupa no palco, Casimiro ainda passou perrengue com seu banco por conta do valor do lance: “Na foto que eu recebo o bagulho [troféu], o cara já tá com a maquininha atrás de mim pra eu pagar. Aí, eu falei pro cara: ‘Pô. irmão, deixa eu falar um bagulho pra você. Tua intenção, ela é gigantesca. Só que tu sabe que eu não vou pagar agora, né? Não sei se tu tá ciente’. Aí o cara: ‘Não, tenta’. Tipo assim, o cara quer que eu passe R$ 800 mil, 1h da manhã em outro estado”, declarou.

E seguiu com o diálogo: “[Aí, falei]: ‘Deixa eu te contar uma situação, você não tá entendendo. Tu quer que eu passe R$ 800 mil no pix, 1h da manhã, em outro estado, mano. Não vai dar’. [E ele] ‘não, pode tentar. É porque os outros conseguiram’. Eu falei: ‘Meu irmão, você não tá entendendo. Agora eu peguei, entendi o que tu tá falando: é que tu passou o cartão da filha do Silvio Santos, cara. O meu é um pouco diferente. Eu fiz uma m*rda aqui, fiz um negócio que eu não podia ter feito. Lá é outra parada, é outra visão’. Aí ele, ‘beleza’, passei o cartão e o que aconteceu? Bloqueou meu cartão”, lembrou.

Continua depois da publicidade

Além do transtorno com o cartão bloqueado, Casimiro afirmou ter tido problemas com a mulher Anna Beatriz. Isso porque o prêmio arrematado também incluía um jantar com Deborah Secco. “Na hora, eu tava com tanta adrenalina na minha mente que eu nem me liguei que a Deborah Secco falou que tinha o jantar com ela. Se eu tivesse ouvido, eu não dava o lance. Porque quando a Anna Beatriz descobriu essa p*rra, ela ficou p*ta comigo. [Ela falou] ‘jantar com a Deborah Secco, que p*rra é essa?’. Eu não sabia! Eu nem ouvi… Estresse total, absoluto”, disse ele

Casimiro contou que o valor gasto no item também assustou seus pais: “Minha mãe perguntou de onde vinha o dinheiro. Eu falei: ‘De onde a senhora acha? Acha que estou vendendo drogas?’ Ela disse que recebeu várias ligações de pessoas dizendo que eu estava rico”, divertiu-se.

Logo depois, ele esclareceu o motivo de ter dado o lance no troféu: “Eu saí do Rio de Janeiro para transmitir o leilão beneficente. O mínimo que eu poderia fazer é dar um lance maneiro. Eu nunca gastei R$ 800 mil com nada. A galera sabe: eu não tenho carro, mano. Saiu matéria falando que eu recebo R$ 1 milhão por mês e outra falando que eu recebo R$ 2 milhões por mês”, pontuou.

E finalizou: “Mano, R$ 2 milhões por mês recebe o Gabigol, cara. R$ 2 milhões por mês eu não fazia live nunca mais. Mas também não vou mentir. Nossos ganhos são altos, mas para o que a gente se propõe a fazer, nossos gastos também são altos”, assumiu ele.

Propaganda
Advertisement