Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

ENTRETENIMENTO

Justiça barra show de R$ 640 mil de Manu Batidão e Nadson Ferinha no Amazonas

Publicado em

A Justiça do Amazonas, em resposta a uma ação do Ministério Público do Estado (MP-AM), determinou neste dia 3 de julho a suspensão dos shows dos artistas Manu Batidão e Nadson Ferinha ao preço de R$ 640 mil do dinheiro público.

Conforme publicação do prefeito, os shows seriam contratados para a 19ª Festa do Cacau, de 10 a 13 deste mês.

O MP, por meio do promotor Kleyson Barroso, argumentou à Justiça que o município vive situação precária, mormente na educação, sem merenda nas escolas, na saúde, com falta de remédios básicos à população.

Continua depois da publicidade

Com imagens, a ação do promotor mostra que a infraestrutura de Urucurituba é péssima, com ruas esburacadas.

“O gasto com os shows é excessivo e injustificável, especialmente diante das necessidades básicas não atendidas da população local”, afirmou Barroso.

Esse cenário negativo foi constatado pela promotoria em visitas a unidades básicas de saúde e a escola

Como resultado à ação, o juiz Eduardo Walker, mandou que o prefeito e as empresas que contratou (MA Produções de Eventos e NF Shows e Representações) suspendam imediatamente os shows.

Ele também recomendou ao prefeito que o dinheiro público que iria pagar os cantores seja aplicado em prol das necessidades da população.

Em caso de desobediência à ordem judicial, o prefeito vai ser multado em R$ 500 mil.

Continua depois da publicidade

Igualmente, Manu e Nadson e seus produtores serão obrigados a devolver o dinheiro público que já tenham recebido, acrescidos de uma multa de 50% sobre o valor contratado.

A decisão também autoriza o uso de força policial para garantir o cumprimento da ordem, incluindo a apreensão de equipamentos musicais.

Propaganda
Advertisement