Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ENTRETENIMENTO

Maya Massafera se retrata com a Vogue: “Desejo do meu ego”

Publicado em

Depois da polêmica com a Vogue Brasil, Maya Massafera usou as redes sociais neste domingo (2/6), para comemorar o Dia do Orgulho LGBTQIAPN+, comemorado no próximo dia 28, e aproveitou para se retratar, num longo desabafo. A youtuber havia acusado a revista de transfobia, após ser capa da edição digital, quando, segundo ela, lhe haviam prometido um editorial na publicação impressa.

“Eu não sei tudo, eu não tenho que saber tudo. E quando eu abandono isso, eu me torno humana. Pelo pouco que tenho de vivência, sendo uma mulher trans, já percebi que tenho sempre que fazer o dobro pra me validar. O que eu almejo, é um desejo do meu ego ou da minha alma?”, refletiu.

Maya seguiu explicando que vem enfrentando algumas dificuldades na nova fase: “Eu estou buscando uma aprovação externa. É tudo tão difícil. Eu, que ainda tenho tantos privilégios. Na verdade, tenho que aprender que não preciso de validação, eu sei quem eu sou… mas é um processo complicado. Minha transição não está sendo nada fácil, porém nascendo a cada dia”.

Continua depois da publicidade

A influenciadora continuou o relato falando sobre os novos sentimentos e que precisa se soltar mais e elogiou a produção do veículo. “Estou reaprendendo a viver. Viver livre da cadeia que vivi tantos anos. Quero ser feliz. Quero ser mais leve. Quero viver. Quero fazer o bem. Essa capa mesmo não tendo saído como o combinado e prometido é resultado do trabalho de um time excepcional”.

Maya Massafera finalizou lembrando que foi tratada com cuidado e estima por todos da Vogue e, novamente, pediu perdão pelas acusações. “Um time que me fez sentir especial, linda e respeitada. Agradeço a cada um de vocês e, também, ao time da revista pelo projeto. Peço desculpa para Yan, Henrique, Caia e todos os envolvidos que ficaram chateados com a situação de ontem. Viva o nosso dia da resistência”, encerrou.

Maya Massafera pede desculpas

A Vogue emitiu uma nota negando as acusações feitas por Maya Massafera. “Lamentamos que um projeto tão especial quanto este, fruto de extensa negociação e que resultou em imagens tão lindas e em um relato tão importante de Maya Massafera, tenha repercutido com ruído, deslocando o foco de sua essência”, informaram.

Maya disse ter sido vítima de transfobia, pautada de que o acordo não havia sido cumprido por preconceito, por não ser o padrão da publicação. “Vogue nunca negociou uma capa impressa com Maya. Temos muito orgulho do material que foi produzido e publicado, com respeito e sensibilidade ao momento que ela vive”, justificaram.

Por conta do imbróglio, a influenciadora deixou claro que não queria mais que nenhum outro material seu fosse compartilhado pelo veículo. A Vogue garantiu que nunca prometeu o que foi declarado por ela e confirmou que a moça teria sua imagem nas páginas do folhetim, que ainda não foi para as bancas:

Continua depois da publicidade

“Em respeito ao desejo expresso por Maya em suas primeiras postagens, o editorial feito com ela foi excluído da edição impressa. Seguimos acompanhando e torcendo pela trajetória de Maya e pedimos que todos façam o mesmo”, finalizaram o comunicado.

Antes do assunto repercutir e a Vogue Brasil se manifestar, Maya Massafera retornou às redes sociais para elucidar alguns fatos e algumas vontades:

“Quero só deixar claro umas coisas: “Eu amo o digital e trabalho no digital. Não faz sentido e eu não quero outra capa nessa revista, tá? Eu só tava tentando me validar como mulher trans, mas não faz mais sentido isso. Ia ser puro ego meu”, ponderou.

A famosa voltou atrás e mudou de ideia sobre suas fotos e pediu perdão aos profissionais envolvidos na produção. “Se a revista quiser usar o material que já está feito, tá tudo bem. Outras pessoas trabalharam nisso. São pessoas que eu admiro muito e peço desculpas pra elas”, encerrou.

Propaganda
Advertisement