Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ENTRETENIMENTO

Repórter da Globo é obrigado a encerrar transmissão em meio a xingamentos no RS

Publicado em

Um repórter da Globo, que estava fazendo a cobertura das chuvas no Rio Grande do Sul, é obrigado a encerrar transmissão em meio a xingamentos; veja - Reprodução/Globo

Durante a cobertura das chuvas no Rio Grande do Sul, um repórter da Globo se viu obrigado a encerrar uma transmissão ao vivo devido a um coro de xingamentos vindos do público presente. O incidente ocorreu durante o Jornal do Almoço, programa da RBS, afiliada da Globo na região sul.

Enquanto o jornalista buscava conversar com um voluntário em um abrigo na cidade de Canoas, pessoas ao fundo começaram a gritar “Globo Lixo”. Um dos presentes até mesmo incentivou outros a se juntarem ao protesto contra a emissora.

Diante da situação, o repórter se viu incapaz de dar continuidade à entrevista e decidiu interromper a transmissão, prometendo retornar após uma possível organização do ambiente. “A gente vai organizar aqui melhor e daqui a pouco a gente volta a conversar com o pessoal que está um pouco incomodado com a situação”, declarou ele ao chamar o estúdio novamente.

Continua depois da publicidade

Os apresentadores do telejornal não esconderam o descontentamento com o ocorrido, evidenciando a tensão gerada pelo episódio. Veja:

Este não foi um incidente isolado. Na semana anterior, outro repórter da emissora, Arildo Palermo, também da RBS, foi alvo de ataques durante uma transmissão ao vivo sobre as enchentes na região. Enquanto relatava os impactos das enchentes, Palermo foi interrompido por xingamentos de um homem, tornando a transmissão extremamente difícil.

Propaganda
Advertisement