Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ENTRETENIMENTO

Silvia Abravanel endossa crítica contra o ‘Chega Mais’

Publicado em

Na madrugada dessa terça-feira (9), o colunista Flávio Ricco fez uma postagem, me seu perfil do Instagram, que deu o que falar. O jornalista fez um comentário a respeito do programa “Chega Mais”, do SBT, e a repercussão da publicação chamou a atenção do público. Isso porque, ninguém mais, ninguém menos que Silvia Abravanel curtiu a publicação do comunicador.

No post, estava escrito: “Programa com dois diretores é um convite à tragédia”. Não demorou para que os internautas notassem a curtida de Silvia Abravanel na publicação, e isso virou assunto nas redes sociais. “O tanto de treta que vai ter nessa família quando o SS se for. Misericórdia”; “Tragedia que desde segunda já reagiu na audiência e hoje contou com 6 merchans kkkkkkkkkk!”, comentaram usuários do X – antigo Twitter.

A publicação de Flávio Ricco chamava para uma matéria de sua coluna, na qual ele faz uma crítica à nova atração do SBT que estreou no último dia 11 de março. O colunista começou dizendo que perspicácia e percepção mais aguçada nunca podem faltar em um programa de TV. Partindo desse ponto, o jornalista utilizou o “Chega Mais” como exemplo dessa afirmação. Ricco pontuou que o programa demorou um tempo considerável para ser montado e o quadro de apresentadores completamente definido – o que aconteceu muito perto da estreia.

Continua depois da publicidade

Além disso, o colunista apontou que, muitas vezes, alguns planos acabam não funcionando quando colocados em prática, e, por isso, é preciso aplicar algumas correções no decorrer do trabalho. “Como desde o primeiro dia se observa nesta nova atração das manhãs do SBT”, escreveu Flávio Ricco. O jornalista ainda pontuou que o grande erro de um programa que está se ajustando em curso e com uma produção um pouco enferrujada é querer que tudo aconteça da noite para o dia.

Foi então que o colunista afirmou que colocar dois diretores a essa altura do campeonato é um convite à tragédia. Não pelo profissional que já estava em campo, e sequer pelo novo que chegou, mas sim pelo fato de ser uma função que não aceita duas pessoas. “Independentemente de boa vontade e tolerância, ou vaidades, ciumeiras, ambição e outras do mesmo gênero, uma vai bater de frente com a outra. É tragédia anunciada. Este nos parece o maior equívoco do ‘Chega Mais’. É um convite a queimação. Alguém vai sair chamuscado”, completou Flavio Ricco.

Redes Sociais

 

Propaganda
Advertisement