Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ESPORTES

Nenê, do Juventude, tenta convencer outros capitães do Brasileirão a paralisar torneio

Publicado em

O experiente meio-campista Nenê tenta convencer outros capitães de times da Série A a conseguir paralisar o Campeonato Brasileiro. Isso porque a equipe na qual ele é liderança, o Juventude, teve o adiamento de seus compromissos devido às enchentes no Rio Grande do Sul. O veterano iniciou este debate no grupo de WhatsApp que agrega os líderes de cada elenco que disputa esta edição da competição. A informação é do jornalista Eduardo Gabardo.

Nenê aproveitou o grupo na rede social que foi criado antes do começo da Série A para dar o pontapé inicial nesta discussão. O meio-campista detalhou as condições no Rio Grande do Sul. Além do que em seu entendimento, os clubes gaúchos estão sendo injustiçados pela CBF.

Especialmente com o cancelamento apenas de seus compromissos no Campeonato Brasileiro até o dia 27 de maio pela CBF e torneios continentais, nos casos do Internacional, pela Sul-Americana, e o Grêmio, pela Libertadores. Até porque a argumentação é que quando houver a normalização do cenário, essas equipes vão precisar entrar em uma maratona de jogos em um curto período de tempo. Dessa forma, na opinião de Nenê, o ideal seria a paralisação geral da Série A. Vale relembrar que o Juventude é o único time do Rio Grande do Sul na Primeira Divisão com condições de treinar.

Continua depois da publicidade

Nenê necessita ser mais contundente

Grande parte dos capitães dos outros clubes participantes do Campeonato Brasileiro se comoveram com a situação. Bem como se mostraram solidários e apresentaram disponibilidade para ajudar. Contudo, as conversas ainda não chegaram a um nível e contundência para a elaboração de um documento com a assinatura dos líderes das 20 equipes. Ofício especificamente solicitando a suspensão das próximas rodadas do torneio.

O veterano deve permanecer otimista e seguir tentando sucesso na empreitada. Para isso, Nenê vai precisar conseguir uma adesão maior de mais capitães ao seu discurso. Vale ressaltar que não é a primeira vez que personagens do futebol gaúcho tentam a paralisação geral da Série A. No entanto, alguns outros clubes se mostraram contrários à possibilidade.

 

Propaganda
Advertisement