Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ESPORTES

Pedro brilha, Flamengo vence Nova Iguaçu e encaminha título do Carioca

Publicado em

Foto: Reprodução/UOL noticías

O Flamengo confirmou o favoritismo e saiu na frente na briga pelo título do Carioca. A equipe rubro-negra venceu o Nova Iguaçu, no Maracanã, na tarde de hoje (30), por 3 a 0. O triunfo foi construído com gols de Pedro, que se tornou destaque da partida, e Ronald, que marcou contra.

A segunda partida vai acontecer no dia 7, domingo, também no Maracanã, às 17h. O time da Gávea pode perder até por dois gols de diferença.

O último título do Flamengo foi em 2021, quando bateu o Fluminense na final. Nos dois anos seguintes acabou perdendo para o rival tricolor.

Continua depois da publicidade

Como foi o jogo

Bom começo, mas com erros ofensivos. O Flamengo começou a partida tendo mais a bola e maior presença no campo de ataque. A equipe rubro-negra trocou passes perto da área ofensiva e criou oportunidades, mas falhou em tomadas de decisão na “hora H”. O Nova Iguaçu, por sua vez, apostava nas saídas em velocidade, mas encontrava dificuldades em arrumar espaços.

Quer um 9 bolado?

Pedro foi um dos mais acionados, e conseguiu corresponder. O jogador participou de lances perigosos e fez o goleiro Fabricio trabalhar. Ele abriu o placar em cobrança de pênalti e balançou a rede mais uma vez, mas o gol foi anulado.

Nova Iguaçu tentou responder. No lado dos comandados de Carlos Vitor, Bill, Carlinhos e Yago tiveram bons momentos, mas a equipe cometeu erros no momento de finalizar as jogadas. A defesa mais difícil de Rossi foi em chute de longa distância.

Ele de novo. A volta do intervalo teve ritmo um pouco menos acelerado, mas o Flamengo logo conseguiu ampliar, quando Cebolinha recebeu nas costas da defesa e achou Pedro sem marcação na área.

Continua depois da publicidade

Ficou morno. Conforme a etapa final caminhou, o jogo perdeu temperatura. Houve, porém, um momento de tensão, quando Albert e Varela tiveram um forte choque de cabeça e tiveram de receber atendimento médico.

Mais um

A entrada de Bruno Henrique oxigenou o setor ofensivo rubro-negro e fez o time conseguir novas oportunidades. Em um dos avanços, Pedro recebeu de Arrascaeta e, na área, tentou dar um chapéu em Ronald, que tocou contra o próprio gol. Ao final, gritos de “olé” por parte da torcida rubro-negra.

Principais lances

De letra. Aos 9 minutos do 1º tempo, Cebolinha cobrou escanteio rasteiro e Pedro desviou de letra na primeira trave. Fabrício espalmou em cima da linha.

Pé da trave. Aos 10 minutos do 1º tempo, Cebolinha cruzou e Fabricio Bruno subiu para cabecear. A bola bateu no pé da trave e saiu.

0x1. Aos 20 minutos do 1º tempo, Ayrton Lucas tabelou com Arrascaeta e foi derrubado na área. Na cobrança de pênalti, Pedro abriu o placar.

Espalmou. Aos 32 minutos do 1º tempo, Xandinho recebeu de Albert e finalizou da intermediária. Rossi saltou e mandou para fora.

Principais lances

De letra. Aos 9 minutos do 1º tempo, Cebolinha cobrou escanteio rasteiro e Pedro desviou de letra na primeira trave. Fabrício espalmou em cima da linha.

Pé da trave. Aos 10 minutos do 1º tempo, Cebolinha cruzou e Fabricio Bruno subiu para cabecear. A bola bateu no pé da trave e saiu.

0x1. Aos 20 minutos do 1º tempo, Ayrton Lucas tabelou com Arrascaeta e foi derrubado na área. Na cobrança de pênalti, Pedro abriu o placar.

Espalmou. Aos 32 minutos do 1º tempo, Xandinho recebeu de Albert e finalizou da intermediária. Rossi saltou e mandou para fora.

Cara a cara

Aos 41 minutos do 1º tempo, Rossi deu chutão e Maicon falhou. Luiz Araújo cruzou rasteiro e Pedro finalizou à queima-roupa, mas Fabrício defendeu com o pé.

Anulado. Aos 48 minutos do 1º tempo, Pedro aproveitou sobra na área e mandou para a rede. Após análise do VAR, porém, foi apontado impedimento do atacante.

Gol histórico. Aos 7 minutos do 2º tempo, Luiz Araújo acionou Everton Cebolinha. Ele avançou pela lado esquerdo e cruzou. Fabrício não alcançou e Pedro, de carrinho, mandou para a rede. Foi o gol de número 13 mil da história do Flamengo.

0x3. Aos 32 minutos do 2º tempo, Pedro recebeu de Arrascaeta, tirou de Gabriel Pinheiro e tentou dar um chapéu em Ronald. O camisa 16 se estica todo para evitar o drible, mas encobriu o goleiro Fabrício.

Propaganda
Advertisement