Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ESPORTES

Premiê eslovaco passa por cirurgia, e vice-premiê se diz esperançoso

Publicado em

A Juventus demitiu o técnico Massimiliano Allegri devido ao comportamento dele durante e após a final da Copa da Itália desta semana, na qual ele foi expulso, informou o clube italiano nesta sexta-feira (17).

A Juventus venceu a Atalanta por 1 a 0, na quarta-feira (15), e conquistou a Copa da Itália pela 15ª vez, um recorde – seu primeiro troféu em três anos.

Allegri foi expulso no final do jogo por seus protestos ferozes contra as decisões da arbitragem.

Continua depois da publicidade

Após o jogo, Allegri, de 56 anos, entrou em conflito com os árbitros da partida, funcionários da Juventus e com um diretor de jornal, informou a mídia italiana.

“A Juventus anuncia que demitiu Massimiliano Allegri do cargo de técnico do time principal masculino”, disse o clube em um comunicado. “A demissão se deve a certos comportamentos durante e após a final da Copa da Itália que o clube considerou incompatíveis com os valores da Juventus e com o comportamento que aqueles que a representam devem ter.”

A Federação Italiana de Futebol (FIGC) está investigando os acontecimentos ocorridos durante a final da Copa da Itália.

“Podemos confirmar que uma investigação sobre o incidente que aconteceu durante a final da Copa da Itália, na qual … Allegri e o diretor do jornal Tuttosport, Guido Vaciago, estavam envolvidos, está em seu devido tempo entre a Procuradoria da FIGC”, disse a FIGC em um comunicado enviado à Reuters.

Allegri se tornou técnico do clube de Turim pela primeira vez em 2014 e comandou a equipe por cinco temporadas, antes de retornar em 2021, depois de ficar dois anos afastado do esporte.

Durante sua primeira passagem pelo clube, a Juve ganhou cinco títulos consecutivos da Série A e quatro Copas da Itália.

Continua depois da publicidade

A equipe também foi vice-campeã da Liga dos Campeões duas vezes, em 2014/15 e 2016/17.

A segunda passagem de Allegri no comando foi menos bem-sucedida e foi marcada por um escândalo financeiro no qual a Juventus foi deduzida de 10 pontos perto do final da temporada 2022/23, em um caso focado em suas negociações de transferência.

Propaganda
Advertisement