Search
Close this search box.
RIO BRANCO

ESPORTES

Rayssa Leal é campeã do skate street em Xangai, mas Brasil fica sem medalhas no park

Publicado em

Rayssa Leal teve novamente um desempenho impecável e provou o motivo que a faz ser o principal nome do País no skate. Mesmo já garantida nos Jogos Olímpicos de Paris-2024, a Fadinha venceu o Olympic Qualifier Séries de Xangai, na China. Ainda no street, Giovanni Viana não teve a mesma sorte e terminou em sétimo lugar.

A brasileira dominou o dia do início ao fim. Na etapa de voltas, teve duas ótimas notas – 86,43 e 92,2 -, e disparou na liderança, onde não saiu mais. Nas manobras, teve três pontuações altas e confirmou a conquista com 274,89. Completaram o pódio as japonesas Liz Akama, com 274,35 e Coco Yoshizawa, com 257,73.

No masculino, Giovanni Viana sofreu nas manobras e terminou na sétima posição, com 177,39 pontos. O título foi conquistado pelo americano Jagger Eaton, com 278,28, à frente do japonês Onodero Ginwoo, com 277,34, e do americano Chris Joslin, 275,34.

Continua depois da publicidade

Sem medalhas no park

Havia uma grande expectativa no skate park, que acabou não sendo confirmada. No feminino, Isadora Pacheco chegou a “beliscar” uma medalha, mas terminou na quarta posição, com 86,77 pontos. Outra brasileira na final, Dora Varella ficou em sexto, com 85,26.

A nota de corte ficou com a japonesa Yosozumi Sakura, com 87,02 pontos. O ouro foi da australiana Arisa Trew, com 91,16, seguido pela também japonesa Hiraki Kokona, 90,18.

O Brasil ainda teve três representantes no masculino, mas também ficou sem medalhas. A melhor atuação foi de Pedro Barros com um quinto lugar (88,96). Augusto Akio ficou em sétimo (73,04), enquanto que Luigi Cini terminou em oitavo (53,13).

O americano Tate Carew esteve impecável e conquistou o ouro com incríveis 93,33 pontos. A prata foi do australiano Keegan Palmer.

 

Propaganda
Advertisement