Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Ações de desintrusão reduzem garimpeiros na Terra Yanomami, mas 7 mil permanecem

Publicado em

Na Terra Indígena Yanomami, em Roraima, a presença ilegal de garimpeiros tem sido um desafio persistente, apesar dos esforços para combatê-la. Segundo dados divulgados pelo Ministério dos Povos Indígenas, o número de garimpeiros ilegais diminuiu significativamente nos últimos tempos, caindo de cerca de 20 mil para 7 mil atualmente.

Essa redução foi resultado das ações de desintrusão e auxílio humanitário realizadas ao longo do último ano. A Operação Catrimani, coordenada pelo MPI em parceria com o Ministério da Defesa, tem sido fundamental para fornecer apoio às comunidades indígenas, distribuindo cestas básicas e medicamentos em mais de 200 comunidades.

Apesar dos avanços, ainda há um longo caminho a percorrer para garantir a proteção total da Terra Yanomami e a retirada completa dos garimpeiros remanescentes. O governo federal está intensificando as medidas de fiscalização e proteção, buscando não apenas remover os invasores, mas também promover a recuperação do território pelos Yanomami.

Continua depois da publicidade

Com o aumento dos pontos de entrega de alimentos e ações estratégicas em andamento, como a desintrusão planejada dos garimpeiros restantes, espera-se que a Terra Yanomami possa finalmente ser devolvida àqueles que verdadeiramente a habitam: o Povo Yanomami. A luta pela preservação ambiental e respeito aos povos indígenas continua sendo um desafio crucial que demanda a atenção e esforço de todos os envolvidos.

Propaganda
Advertisement