Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Apesar de acordo, 55 universidades seguem em greve, diz Andes

Publicado em

Um total de 62 instituições de ensino superior estão em greve, segundo balanço apresentado nesta quinta-feira (6/6) pelo Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN). Dessas, 55 são universidades, cinco são institutos federais (IFs), e dois, centros federais de educação tecnológica (Cefets). A Universidade de Brasília (UnB) é uma das que ainda estão mobilizadas.

Mesmo em greve, UnB nunca teve semestre cancelado, afirma reitora

Em 27 de maio, o governo Lula (PT) assinou um Termo de Acordo com a Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico (Proifes), ante discordâncias do Andes, que não foi signatário do documento apresentado.

Continua depois da publicidade

O acordo prevê reajuste em duas parcelas: 9% em janeiro de 2025 e 3,5% em maio de 2026, além da reestruturação na progressão entre os diferentes níveis da carreira. O impacto fiscal será de R$ 6,2 bilhões em dois anos.

O Andes insiste no pleito de algum percentual de correção ainda em 2024. O sindicato tenta cancelar o acordo assinado pela Proifes por meio de uma ação judicial que pede sua anulação. A 3ª Vara Federal de Sergipe aceitou a solicitação e, agora, a Proifes entrou com um agravo para suspender a decisão. Como não houve adesão geral, há preocupação de que o acordo não encerre a greve nas universidades e o governo acabe não concedendo reajuste em 2025.

De acordo com o Andes, há ainda três instituições com deflagração na próxima segunda-feira (10/6). Na quarta-feira (5/6), docentes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) aprovaram a suspensão da greve, em votação apertada.

Veja abaixo o detalhamento:

UNIVERSIDADES FEDERAIS EM GREVE:

Universidade Federal do Rio Grande (FURG);
Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB);
Universidade Federal do Ceará (UFC);
Universidade Federal do Cariri (UFCA);
Universidade de Brasília (UnB);
Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF);
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP);
Universidade Federal de Pelotas (UFPel);
Universidade Federal de Viçosa (UFV);
Universidade Federal do Espírito Santo (UFES);
Universidade Federal do Maranhão (UFMA);
Universidade Federal do Pará (UFPA);
Universidade Federal do Paraná (UFPR);
Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB);
Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa);
Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR);
Universidade Federal de Rondônia (UNIR);
Universidade Federal de Roraima (UFRR);
Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ);
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE);
Universidade Federal de Catalão (UFCAT);
Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB);
Universidade Federal de Santa Maria (UFSM);
Universidade Federal de Tocantins (UFT);
Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN);
Universidade Federal Fluminense (UFF);
Universidade Federal de Alagoas (UFAL);
Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE);
Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE);
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP);
Universidade Federal da Bahia (UFBA);
Universidade Federal do ABC (UFABC);
Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA);
Universidade Federal de Campina Grande – Campus Cajazeiras (UFCG-Cajazeiras);
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO);
Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM);
Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS);
Universidade Federal do Acre (UFAC);
Universidade Federal de Lavras (UFLA);
Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR);
Universidade Federal de Goiás (UFG);
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC);
Universidade Federal do Amapá (UNIFAP);
Universidade Federal do Sergipe (UFS);
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB);
Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA);
Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA);
Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT);
Universidade Federal de Uberlândia (UFU);
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ);
Universidade Federal de Rondonópolis (UFR);
Universidade Federal do Piauí (UFPI);
Universidade Federal da Paraíba (UFPB);
Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB); e
Universidade Federal dos Vales Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).

Continua depois da publicidade

INSTITUTOS FEDERAIS (IFS) EM GREVE:

Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS);
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS);
Instituto Federal do Piauí (IFPI);
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste-MG (IF Sudeste-MG) – Campus Juiz de
Fora, Campus Santos Dumont e Campus Muriaé;
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul) – Campus Visconde da Graça.

CENTROS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO (CEFETS) EM GREVE:

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG); e
Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ).

INSTITUIÇÕES COM DATA PREVISTA DA GREVE:

Universidade Federal de Campina Grande — Campus Patos (UFCG- Patos) ADUFCG-Patos: 10 de junho;
Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) ADUFERSA: 10 de junho; e
Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) ADUFCG: 10 de junho.

Propaganda
Advertisement