Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Áudio vazado revela suposta coação de coordenadora da SEE contra paralisação de terceirizados no Acre

Publicado em

Uma mensagem de áudio de Whatsapp, supostamente gravada pela coordenadora da Representação da Secretaria de Estado de Educação (SEE), está causando polêmica. Na gravação, publicada pelo jornal Ac24Horas, a mulher identificada como Davina de Araújo Martins, alega que os funcionários de uma empresa terceirizada não devem aderir à paralisação programada pelo Sindicato em Transporte de Passageiros e Cargas do Estado do Acre (SINTTPAC) para esta sexta-feira, 12.

Davina afirma que se os trabalhadores, incluindo motoristas e cuidadores, pararem de trabalhar, eles enfrentarão problemas. Ela ressalta que não devem seguir as orientações do sindicato e interromper suas rotinas de trabalho. “Se vocês pararem, o problema será de vocês, não do sindicato. Por favor, não parem as rotas”, diz ela na gravação.

Em outro áudio, uma mulher não identificada, que aparenta ser funcionária da Representação da SEE, alerta sobre as consequências da paralisação. Segundo ela, Davina informou que os motoristas e monitores que pararem terão que arcar com as despesas. “Não é para parar ninguém”, adverte.

Continua depois da publicidade

Ouça os áudios:

Na quinta-feira, 11, o SINTTPAC notificou a Secretaria de Estado de Educação sobre a paralisação das atividades de duas empresas terceirizadas que prestam serviços de transporte escolar devido ao atraso nos pagamentos. A notificação, assinada pelo presidente do sindicato, Antônio de Oliveira Neto, informa que os trabalhadores das empresas Tec News e Monteiro Soares suspenderão os serviços por tempo indeterminado devido ao não repasse dos pagamentos referentes ao mês de março de 2024.

Em resposta, a assessoria da Secretaria de Educação afirmou que o pagamento às empresas terceirizadas está dentro do prazo legal e esclareceu que essas empresas são responsáveis por efetuar o pagamento de seus funcionários de forma independente do repasse da secretaria.

A SEE também informou que entrou em contato com as empresas em questão e foi informada de que a empresa Monteiro Soares já está regularizando o pagamento dos servidores. No entanto, aguarda informações sobre a empresa Tec News.

Além disso, foi destacado que as empresas apresentaram a documentação necessária referente ao mês de março e que o processo está em tramitação interna.

Propaganda
Advertisement