Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Aumento De R$ 680,88 Confirmado Para Quem Possuir Este NIS Do Bolsa Família

Publicado em

Nesta semana, o Governo Federal anunciou um aumento para os beneficiários do Bolsa Família que possuírem este final do NIS. Assim, o valor deixa de ser R$ 600 e aumenta para R$ 680,88, garantindo uma quantia mais elevada as famílias que dependem do benefício durante o mês. Neste caso, será pago um valor mais alto devido aos adicionais oferecidos pelo programa de transferência de renda, sendo necessário seguir as regras de cada um.

Os valores são referentes a mais uma parcela do programa Bolsa Família, que está para ser liberada hoje, dia 29 de abril, a todos os beneficiários que tiverem o NIS terminado em 9 podem contar com os pagamentos.

Apesar disso, é necessário seguir alguns requisitos para receber os valores, assim como atender às regras determinadas pelo Governo Federal. Em abril, os pagamentos do programa já tiveram início, começando em 17 de abril e com previsão para terminar no dia 30 de abril. Hoje recebem todos os beneficiários que tiverem o NIS terminado em 9.

Continua depois da publicidade

Abaixo, confira o cronograma completo:

  • Final do NIS 1: dia 17 de abril;
  • Final do NIS 2: dia 18 de abril;
  • Final do NIS 3: dia 19 de abril;
  • Final do NIS 4: dia 22 de abril;
  • Final do NIS 5: dia 23 de abril;
  • Final do NIS 6: dia 24 de abril;
  • Final do NIS 7: dia 25 de abril;
  • Final do NIS 8: dia 26 de abril;
  • Final do NIS 9: dia 29 de abril;
  • Final do NIS 0: dia 30 de abril.

Além dos pagamentos do Bolsa Família, em abril o Vale Gás retorna, garantindo um adicional de R$ 100, valor equivalente a um botijão de gás de 13kg, aos beneficiários do programa, sendo uma forma de arcar com gastos com gás de cozinha. Neste caso, os pagamentos de ambos os benefícios acontecem na mesma data, mas apenas para quem estiver inscrito no Cadastro Único e seguir os requisitos exigidos por cada benefício.

Adicionais do programa

Além dos pagamentos da parcela de R$ 680,88, valor médio do Bolsa Família em 2024, os beneficiários também podem receber alguns adicionais, que variam conforme a configuração familiar. Dessa forma, é possível receber valores mais elevados dependendo dos integrantes da família. Em alguns casos, podendo chegar até R$ 1.412.

No entanto, os valores extras concedidos aos beneficiários do Bolsa Família seguem suas próprias regras e condições. Abaixo, conheça alguns deles:

  • Benefício de Renda de Cidadania: Concedido às famílias inscritas no Bolsa Família. Neste caso, cada integrante recebe, pelo menos, R$ 142, independentemente da idade, destinado a todas as famílias beneficiárias. Apesar disso, apenas as famílias com cinco membros ou mais têm direito a este valor. As famílias com dez membros recebem um pagamento equivalente a um salário mínimo, sendo R$ 1.412.
  • Benefício Primeira Infância (BPI): Destinado a famílias com crianças de 0 a 6 anos, o Benefício Primeira Infância concede um valor de R$ 150,00. A assistência é para garantir o cuidado e o desenvolvimento apropriado das crianças nessa faixa etária.
  • Benefício Variável Familiar (BVF): Concedido a famílias com crianças e adolescentes de 7 a 18 anos, gestantes e nutrizes, o Benefício Variável Familiar tem o valor de R$ 50,00.
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): Direcionado a famílias com mulheres que estão amamentando crianças de até 6 meses, o Benefício Variável Familiar Nutriz também possui o valor de R$ 50,00. O propósito desse auxílio é garantir o suporte necessário para as beneficiárias que ainda estão com um bebê recém nascido em fase de amamentação.

Regras do Bolsa Família 

Para ser elegível ao Bolsa Família, as famílias devem possuir uma renda mensal média inferior a R$ 218 por integrante. Além da renda, é necessário cumprir uma série de compromissos nas áreas de saúde e educação se quiserem continuar recebendo os repasses normalmente. Dentre elas estão:

  • Realização do acompanhamento pré-natal;
  • Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;
  • Acompanhamento do estado nutricional das crianças menores de 7 anos;
  • Para as crianças de 4 a 5 anos, frequência escolar mínima de 60%;
  • Para beneficiários de 6 a 18 anos que não completaram a educação básica, a frequência escolar mínima é de 75%.
  • Manter a inscrição no Cadastro Único atualizado pelos últimos dois anos, conforme mudanças na configuração familiar.

Para verificar se foi aprovada no Bolsa Família, a família deve aguardar uma comunicação pelo correio informando que foi selecionada. Caso esteja na fila de espera e não tenha recebido a carta, o responsável pela família deve procurar o CRAS ou o setor responsável na prefeitura da cidade onde mora.

Continua depois da publicidade

Além disso, é possível consultar a aprovação através do aplicativo do Bolsa Família ou ligando para a Central de Atendimento da Caixa pelo telefone 111, ou para o atendimento Caixa ao Cidadão no número 0800 726 02 07.

Propaganda
Advertisement