Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Avanço na Imunização: vacina Qdenga recebe aprovação da OMS e Anvisa

Publicado em

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou hoje a pré-qualificação da vacina Qdenga, desenvolvida pelo laboratório japonês Takeda e atualmente empregada no Brasil para a prevenção da dengue. Esta vacina, que contém versões enfraquecidas dos quatro sorotipos do vírus da dengue, é recomendada pela OMS para aplicação em crianças e adolescentes de 6 a 16 anos em regiões com alta incidência da doença.

Segundo a OMS, a Qdenga deve ser administrada em duas doses com um intervalo de três meses entre elas, seguindo o esquema vacinal adotado no Brasil. A pré-qualificação pela OMS representa um avanço significativo na ampliação do acesso global às vacinas contra a dengue, tornando-a elegível para aquisição por agências como o Unicef e a Opas.

Rogerio Gaspar, diretor de regulação e Pré-qualificação da OMS, destacou a importância da pré-qualificação de vacinas contra a dengue e incentivou outros desenvolvedores a submeterem seus produtos para avaliação, visando garantir que as doses alcancem todas as comunidades necessitadas.

Continua depois da publicidade

No Brasil, a vacina Qdenga foi introduzida na rede pública de saúde em fevereiro, sendo destinada inicialmente a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos devido à disponibilidade limitada de doses. Pessoas acima de 60 anos não estão incluídas na indicação devido à falta de estudos clínicos nessa faixa etária.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro da vacina em março de 2023, permitindo sua comercialização no país sob as condições estabelecidas. Em dezembro do ano passado, o Ministério da Saúde anunciou a incorporação da vacina no Sistema Único de Saúde (SUS), fortalecendo a estratégia de imunização contra a dengue no Brasil.

Propaganda
Advertisement