Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

GERAL

Calendário de pagamento de JULHO do Bolsa Família é ATUALIZADO! Veja as mudanças

Publicado em

O Bolsa Família sempre é pago na última semana de cada mês, de acordo com o número do Número de Identificação Social (NIS) e dos dias úteis da semana.

Ao virar o mês, muitos beneficiários do Bolsa Família começam a buscar pelo calendário de pagamentos para se programarem com relação ao pagamento de seus benefícios.

Este guia completo visa fornecer todas as informações necessárias sobre o cronograma de repasses em julho, além de destacar as condições e valores do benefício.

Continua depois da publicidade

Cronograma de pagamentos

  • Início dos pagamentos: Normalmente, os repasses começam no dia 15. Em julho, os pagamentos começam no dia 18.
  • Duração: Os pagamentos continuam até o dia 31 de julho, ocorrendo em dias úteis.
  • Critério de pagamento: As datas de pagamento são determinadas pelo dígito final do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário.

Calendário de pagamento do Bolsa Família em julho

Para evitar aglomerações nas agências da Caixa Econômica Federal, os repasses são organizados conforme o dígito final do NIS:

  • NIS de final 1: 18 de julho
  • NIS de final 2: 19 de julho
  • NIS de final 3: 22 de julho (antecipado para 20 de julho)
  • NIS de final 4: 23 de julho
  • NIS de final 5: 24 de julho
  • NIS de final 6: 25 de julho
  • NIS de final 7: 26 de julho
  • NIS de final 8: 29 de julho (antecipado para 27 de julho)
  • NIS de final 9: 30 de julho
  • NIS de final 0: 31 de julho

Beneficiários com pagamento programado para segunda-feira podem ter o dinheiro liberado no sábado anterior pelo aplicativo Caixa Tem.

Situação de calamidade pública

Os beneficiários que se encontram em áreas de calamidade pública podem resgatar o dinheiro no primeiro dia do calendário, independentemente do final do NIS.

Essa medida tem como objetivo ajudar as pessoas afetadas por calamidades e desastres naturais, como o ocorrido no Rio Grande do Sul (RS) a não ficarem desamparadas.

Alterações nos valores de julho

Neste mês, não haverá depósito do Vale-Gás, que é realizado a cada dois meses. O Bolsa Família mantém o depósito mínimo de R$ 600 por família, com adicionais dependendo do perfil dos beneficiários:

  • R$ 150 para crianças de 0 a 6 anos
  • R$ 50 para jovens de 7 a 18 anos
  • R$ 50 para gestantes
  • R$ 50 para bebês de até 6 meses

Critérios para recebimento do Bolsa Família

  • Renda per capita: A renda per capita da família não pode ultrapassar R$ 218 mensais para ser elegível ao Bolsa Família.
  • Inscrição no Cadastro Único: Mesmo estando inscrita no Cadastro Único, a família não começa a receber imediatamente. A seleção das famílias é automatizada mensalmente.

Informações adicionais sobre o Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda que visa ajudar famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no Brasil. Além de proporcionar uma renda mínima, o programa busca melhorar o acesso a serviços essenciais como saúde e educação.

Continua depois da publicidade

Importância da atualização de dados

  • Manutenção do benefício: Para garantir a continuidade do benefício, é fundamental manter os dados atualizados no Cadastro Único.
  • Revisão bimestral: A atualização deve ser feita a cada dois anos ou sempre que houver mudanças na composição familiar ou na renda.
  • Segurança dos dados: Nunca forneça informações pessoais a terceiros e utilize apenas os canais oficiais para cadastro e atualização.

O Bolsa Família é um programa essencial para muitas famílias brasileiras. Manter-se informado sobre o calendário de pagamentos, critérios de elegibilidade e atualização de dados é fundamental para garantir o recebimento contínuo do benefício.

As famílias de baixa renda que possuem acesso ao Bolsa Família precisam ficar atentas às datas de pagamento do benefício, assim como às datas de saque do mesmo. Assim é possível programar o pagamento de contas e uso do dinheiro da melhor forma possível para cada família.

É importante ressaltar a necessidade de cumprimento das regras estipuladas pelo governo para evitar o bloqueio do benefício e a necessidade de comprovação da necessidade de recebimento do Bolsa Família, já que após o bloqueio, o benefício pode demorar alguns meses para voltar a ser pago.

Propaganda
Advertisement