Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

DECISÃO de LULA EM VIGOR HOJE (26/05) é emitida e vai afetar beneficiários BOLSA FAMÍLIA 2024 que recebem R$600, R$650, R$700, R$750 e até mais com FORTE PENTE-FINO. Veja o comunicado do Governo

Publicado em

O governo brasileiro está empenhado em aprimorar a eficiência e a transparência do Programa Bolsa Família, um dos principais programas de assistência social do país. Nesse esforço, a adoção de tecnologias avançadas, como a inteligência artificial, desempenha um papel fundamental.

A saber, o ministro Wellington Dias, do Desenvolvimento Social, revelou que o governo planeja utilizar a inteligência artificial para realizar um “pente-fino” minucioso no Programa Bolsa Família. O objetivo é identificar com precisão as famílias que realmente atendem aos critérios de elegibilidade e receber o benefício.

Segundo o ministro, cerca de 2% das famílias que atualmente recebem o Bolsa Família não se enquadram nos requisitos estabelecidos. Com o uso da inteligência artificial, o governo espera alcançar 100% de eficiência no processo de seleção, garantindo que apenas os beneficiários legítimos recebam o auxílio.

Continua depois da publicidade

Nova decisão tomada pelo Governo Lula para fazer um pente-fino minucioso – R$200 milhões serão investidos

Para atingir essa meta, o governo investirá cerca de R$ 200 milhões na modernização de seus sistemas de informação. Essa iniciativa permitirá um acesso e cruzamento mais ágil e preciso de diversas bases de dados públicas, como informações sobre emprego, renda e composição familiar.

Segundo o ministro, o governo terá acesso a mais de 1,3 pentabytes de dados, um volume impressionante que possibilitará uma análise minuciosa dos cadastros. Essa abordagem baseada em inteligência artificial permitirá identificar com maior rapidez e exatidão quaisquer irregularidades ou inconsistências nos registros dos beneficiários.

Uma das principais preocupações do governo é o aumento de fraudes envolvendo crimes cibernéticos, como a adulteração de dados cadastrais. Essa modalidade de fraude tem se tornado cada vez mais sofisticada, exigindo uma resposta eficaz por parte das autoridades.

Com a implementação da inteligência artificial, o governo espera agilizar e aprimorar a fiscalização, permitindo a detecção precoce de qualquer tentativa de burlar o sistema. Essa abordagem preventiva visa evitar que as fraudes ocorram desde o primeiro pagamento, aumentando a integridade e a confiabilidade do Programa Bolsa Família.

Ampliação da cobertura e redução de Benefícios Ilegais

Além do combate às fraudes, o governo também está empenhado em expandir a cobertura do Programa Bolsa Família, incluindo famílias que atualmente não recebem o benefício, mas que se enquadram nos critérios de elegibilidade.

De acordo com informações do Jornal Nacional, desde o início de 2023, foram detectados 3,7 milhões de benefícios ilegais que foram cancelados. Ao mesmo tempo, mais de 3 milhões de famílias foram incluídas no programa por se enquadrarem nos requisitos, embora anteriormente estivessem excluídas.

Continua depois da publicidade

Atualmente, o Programa Bolsa Família atende a 20,81 milhões de famílias em todo o país. Com a adoção da inteligência artificial, o governo espera alcançar uma cobertura ainda mais abrangente, garantindo que todos os cidadãos elegíveis recebam o apoio necessário.

Aprimorando a Qualidade dos Dados

Além das ações de fiscalização e expansão de cobertura, o plano anual da rede federal de fiscalização do Bolsa Família e do Cadastro Único (CadÚnico) também prevê a elaboração de propostas para melhorar a qualidade da base de dados desses programas.

Essa iniciativa visa atualizar e unificar o fluxo de denúncias, garantindo que as informações sobre o Programa Bolsa Família e o CadÚnico estejam sempre atualizadas e confiáveis. Essa melhoria na qualidade dos dados é essencial para que a inteligência artificial possa atuar de forma eficaz no processamento e cruzamento de informações.

Prevenção de fraudes em períodos eleitorais

O ministro Wellington Dias ressaltou que, durante o ano eleitoral de 2022, houve um aumento no número de fraudes relacionadas ao Programa Bolsa Família. Essa constatação reforça a necessidade de investir na prevenção, em vez de apenas reagir após a ocorrência das fraudes.

Com a adoção da inteligência artificial, o governo espera evitar a ocorrência de fraudes desde o primeiro pagamento, impedindo que beneficiários inelegíveis recebam o auxílio. Essa abordagem preventiva é fundamental para preservar a integridade e a credibilidade do programa, especialmente em períodos sensíveis como os processos eleitorais.

Propaganda
Advertisement