Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Desafios financeiras no Acre: Mais de 15 mil empresas enfrentam inadimplência

Publicado em

O panorama econômico revelado pelo Indicador de Inadimplência das Empresas da Serasa Experian traz à tona uma realidade preocupante no Acre. Os dados referentes a março de 2024 apontam que mais de 15 mil empresas no estado estão enfrentando dificuldades financeiras devido à inadimplência.

Entre as Micro e Pequenas Empresas (MPEs) do Acre, um total de 14.015 encontram-se inadimplentes, refletindo a pressão financeira que muitos empreendimentos locais estão enfrentando. Considerando todas as pessoas jurídicas, o número de empresas com dívidas chega a 15.027, evidenciando a abrangência do problema na região.

Ao analisar a situação por estados, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro despontam como os líderes em número de empresas inadimplentes, com destaque para o setor de “Serviços” que representa a maioria das empresas em dificuldades financeiras, seguido pelo setor do “Comércio” e pela “Indústria”.

Continua depois da publicidade

O montante total das dívidas negativadas atingiu a expressiva marca de R$ 115 bilhões, com um ticket médio de R$ 2.635,3 por débito. Cada pequeno negócio apresentou em média 6,9 contas em atraso, refletindo a gravidade da situação financeira enfrentada pelas empresas acreanas.

A distribuição geográfica das MPEs com CNPJs negativados mostra uma concentração significativa no Sudeste, com 52,4% das empresas afetadas, enquanto a região Norte registra a menor parcela, com 5,5% das empresas em situação de inadimplência.

Esses números revelam os desafios enfrentados pelo setor empresarial no Acre e a necessidade de medidas eficazes para apoiar a recuperação financeira das empresas locais. A inadimplência representa não apenas um obstáculo para o crescimento econômico, mas também uma preocupação para a sustentabilidade dos negócios e empregos no estado.

Propaganda
Advertisement