Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

FESTA! Grande VITÓRIA do INSS chega hoje (22/05) com aumento garantido em 3 passos

Publicado em

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é um dos principais programas do governo brasileiro, fornecendo uma ampla gama de benefícios para aposentados e trabalhadores com carteira assinada.

Entre esses benefícios, a aposentadoria por invalidez é uma opção importante para aqueles que não podem mais exercer suas atividades profissionais devido a condições de saúde incapacitantes.

No entanto, nem todos os beneficiários do INSS sabem que podem solicitar um aumento de 25% em seu benefício, desde que atendam a determinados requisitos.

Continua depois da publicidade

Veja como realizar esse processo em apenas 3 passos simples, permitindo que muitos aposentados possam receber um valor adicional em suas pensões.

Quem tem direito ao aumento de 25% no benefício do INSS?

De acordo com o portal do governo “Gov.br”, existem algumas condições específicas que permitem aos segurados do INSS solicitar um acréscimo de 25% em seus benefícios de aposentadoria por invalidez. Essas condições incluem:

  • Pessoas com cegueira total;
  • Indivíduos que perderam pelo menos 9 dedos das mãos;
  • Aqueles que tiveram a perda das pernas e não podem usar próteses;
  • Pessoas com problemas mentais avançados que dependem de cuidados de terceiros para realizar atividades básicas do dia a dia.

Portanto, se você ou alguém próximo a você se enquadra em uma dessas categorias, é possível dar entrada no processo de solicitação desse aumento, o que pode representar uma melhoria significativa na renda mensal.

Como solicitar o do aumento de 25% em 3 passos

Segundo o portal do governo, o processo de solicitação do aumento de 25% no benefício do INSS pode ser realizado em apenas 3 etapas simples:

Passo 1: Fazer o pedido pelo Meu INSS

O primeiro passo é acessar o aplicativo ou site do Meu INSS e selecionar a opção “Novo Pedido”. Em seguida, digite “Acréscimo de 25%” na caixa de pesquisa e siga as instruções fornecidas.

Passo 2: Comparecer à Perícia Médica do INSS

Após realizar o pedido, o segurado será convocado para passar por uma perícia médica realizada pelo próprio INSS. Nessa ocasião, é necessário apresentar todos os documentos e exames médicos originais que comprovem a condição que lhe dá direito ao aumento.

Continua depois da publicidade

Passo 3: Aguardar a resposta do INSS

Após a perícia médica, basta aguardar a resposta do INSS sobre a solicitação. Caso a resposta demore, é possível acompanhar o andamento do processo diretamente no Meu INSS, na aba “Consultar Pedidos”.

É importante ressaltar que, caso o pedido seja deferido, o aumento de 25% no benefício passará a ser pago a partir da data da solicitação, não havendo necessidade de aguardar uma nova concessão do benefício.

Impacto do aumento de 25% no benefício do INSS

Para aqueles que conseguirem obter o aumento de 25% em seus benefícios do INSS, os impactos financeiros podem ser significativos.

Considerando que o valor médio da aposentadoria por invalidez no Brasil é de aproximadamente R$ 1.500,00, um acréscimo de 25% resultaria em um aumento de cerca de R$ 375,00 na renda mensal do beneficiário.

Essa diferença pode fazer uma grande diferença na qualidade de vida dos aposentados, especialmente daqueles que dependem integralmente do benefício do INSS para sua subsistência.

Além disso, o aumento pode ser crucial para custear cuidados médicos e assistência especializada, fundamentais para aqueles com condições incapacitantes.

Documentação necessária para a solicitação do aumento

Para dar entrada no processo de solicitação do aumento de 25% no benefício do INSS, o segurado deverá apresentar a seguinte documentação:

  • Documentos de identificação pessoal (RG, CPF, etc.);
  • Comprovante de endereço atualizado;
  • Laudos médicos e exames que comprovem a condição de incapacidade;
  • Documentos que atestem a dependência de terceiros para realizar atividades básicas, se for o caso.

É importante que todos esses documentos estejam em bom estado de conservação e sejam apresentados na perícia médica do INSS. Essa comprovação documental é essencial para que o pedido seja analisado e aprovado pela instituição.

Prazos e calendário de pagamento do INSS

Além das informações sobre o aumento de 25% no benefício, é importante que os segurados do INSS também estejam atentos aos prazos e ao calendário de pagamento dos benefícios.

De acordo com o portal do governo, aqueles que recebem até um salário mínimo e possuem o final do NIS (Número de Identificação Social) em 1 terão seus pagamentos liberados pelo INSS no dia 24 de maio.

Os demais beneficiários, cujo NIS termina em outros dígitos, receberão seus pagamentos nos dias úteis seguintes, até o dia 7 de junho.

Essa programação de pagamentos é importante para que os aposentados e pensionistas possam se organizar financeiramente e planejar seus gastos de acordo com o recebimento do benefício.

Propaganda
Advertisement