Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

GERAL

Força Nacional do SUS atua com rapidez e eficiência para conter surto de gripe e diarreia em comunidades indígenas do Acre

Publicado em

Após um surto de gripe e diarreia que afetou comunidades indígenas em Assis Brasil, no Acre, a Força Nacional do Sistema Único de Saúde (FN-SUS) entrou em ação, aplicando 548 doses da vacina contra a influenza. Uma equipe composta por dois médicos, dois enfermeiros e dois técnicos tem se dedicado a reforçar o atendimento na região e prevenir novos casos dessas doenças.

Desde o início de julho, a FN-SUS vem realizando atendimentos, investigações e controle de casos de Síndrome Gripal (SG), Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e Doenças Diarreicas Agudas (DDA) nas aldeias do Rio Iaco, no Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) Alto Rio Purus. Com mais de 266 casos registrados e duas crianças falecidas, a situação demandou uma resposta urgente.

O coordenador da FN-SUS, Rodrigo Stabeli, ressaltou a importância da vacinação como medida preventiva diante do aumento repentino dos casos de influenza tipo A na região. Em parceria com o Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde do Acre, a meta é imunizar 2 mil indígenas, priorizando crianças de 1 a 5 anos e idosos acima de 60 anos, que têm sido os mais afetados pelas doenças.

Continua depois da publicidade

Para fortalecer as ações de imunização, o Ministério da Saúde enviou caixas térmicas e insumos, além de um freezer para as aldeias Jatobá e Extrema, contribuindo para manter a rede de frio local. Essa mobilização conjunta busca conter o surto e proteger a saúde das populações indígenas vulneráveis em Assis Brasil, município fronteiriço entre Brasil, Peru e Bolívia, onde as etnias Jaminawa e Manchineri residem em 32 aldeias.

Propaganda
Advertisement