Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

GRANDE VITÓRIA HOJE (14/04)! MOEDA de R$ 1 da Olimpíada alvo de grande desejo chega a até R$ 20 mil e brasileiros soltam fogos de alegria

Publicado em

A edição comemorativa das moedas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro despertou o interesse de colecionadores em todo o país.

Entre os modelos mais cobiçados está a moeda de R$ 1, que pode valer até R$ 20 mil caso seja bifacial, ou seja, possua ilustrações nos dois lados.

Essa raridade, que retrata dois atletas paralímpicos com próteses nas pernas, é objeto de desejo de muitos colecionadores, como Roberto Alves de Souza, um dos maiores do Brasil, que já ofereceu essa quantia em suas redes sociais. Segundo ele, a moeda pode chegar a valer até R$ 100 mil.

Continua depois da publicidade

Modelos raros de moedas

De acordo especialistas, a moeda comemorativa da Rio 2016 é uma das mais procuradas pelos colecionadores no país, devido à sua raridade. Existem versões mais acessíveis, vendidas por menos de R$ 100, mas a busca pelos modelos mais valiosos é incessante.

O Banco Central lançou 16 modelos de moedas de R$ 1 para as Olimpíadas. A maioria foi colocada em circulação a partir de novembro de 2014, mas a mais rara de todas foi lançada ainda em 2012, quando o Brasil recebeu a bandeira olímpica após os Jogos de Londres.

As moedas colecionáveis tendem a se valorizar ao longo do tempo, e as edições comemorativas dos Jogos Olímpicos não são exceção. Desde o seu lançamento, os modelos estão se valorizando e sendo vendidos por preços altos na internet. As moedas lançadas nos primeiros lotes, em 2014, são consideradas mais valiosas por serem mais difíceis de encontrar.

Como avaliar o valor de uma Moeda

Para saber o valor de uma moeda ou nota valiosa, é importante procurar por catálogos especializados, que divulgam os preços das moedas colecionáveis. Alguns fatores que influenciam o valor de uma moeda são a raridade, a conservação e possíveis erros de impressão.

Se você encontrou cédulas antigas em casa, é recomendável procurar um especialista em numismática para avaliar a coleção.

Outra opção é pesquisar por catálogos oficiais, como o “Catálogo Vieira Cédulas Brasileiras” e o “Bentes Livro Oficial das Moedas do Brasil 1500 – 2022”.

Você também pode buscar vídeos na internet, nos quais colecionadores explicam quais os modelos mais raros e como identificá-los.

Propaganda
Advertisement