Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

GERAL

Inep divulga resultado de exame de proficiência de estrangeiros

Publicado em

Os participantes do exame para obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) já podem conferir o resultado da primeira edição da prova em 2024, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), nesta segunda-feira (8).

Os nomes dos estrangeiros que alcançaram o nível de proficiência na Língua Portuguesa foram publicados em portaria no Diário Oficial da União (DOU). A publicação oficial tem o mesmo valor de certidões eletrônicas para comprovar a aprovação perante instituições nacionais ou estrangeiras.

A autenticidade das certidões pode ser verificada pelo Sistema Celpe-Bras. O Celpe-Bras 2024/1 foi realizado entre 23 e 26 de abril. As provas foram feitas em 95 postos de aplicação, sendo 37 localizados no Brasil e 58 no exterior, com o apoio do Ministério das Relações Exteriores.

Continua depois da publicidade

Entre os postos de aplicação estão instituições de educação superior, representações diplomáticas, missões consulares, centros e institutos culturais, e outras instituições interessadas na promoção e na difusão da língua portuguesa.

Celpe-Bras

O Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) é conquistado por estrangeiros capazes de usar o idioma para se comunicar de maneira eficaz e flexível em sua vida social, acadêmica ou profissional.

O teste padronizado de português é desenvolvido pelo Ministério da Educação, por meio do Inep, e é aplicado no Brasil e em outros países.

O certificado que atesta a aprovação do candidato é aceito como comprovação de proficiência no uso da língua portuguesa pelas instituições de educação superior para ingresso de estrangeiros em cursos de graduação e em programas de pós-graduação, bem como para validação de diplomas de profissionais estrangeiros que pretendem trabalhar no Brasil.

O exame tem uma parte escrita, que avalia, de forma integrada, a compreensão oral, a leitura e a escrita em língua portuguesa; e uma parte oral (com interação face a face entre o aplicador e o candidato estrangeiro), para medir o desempenho na compreensão e nas produções orais da língua.

Propaganda
Advertisement