Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Lula pretende recomprar Refinaria da Amazônia privatizada durante governo Bolsonaro

Publicado em

O Governo Federal pretende recomprar a Refinaria da Amazônia (Ream), vendida ao grupo Atem, em 2022, durante a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). A REAM está localizada em Manaus, no Estado do Amazonas, que tem historicamente uma participação relevante no fornecimento de derivados de petróleo da região Norte do país.

Desde que se tornou uma empresa privada, o preço da gasolina comum na Região Norte subiu 66%, subindo de R$3,20, em 3 de outubro de 2022, para R$ 5,31, no dia 11 de setembro de 2023.

A transferência da propriedade de uma empresa estatal, a Petrobras, para um operador privado não foi capaz de aumentar a oferta local de derivados para o Estado do Amazonas, ao contrário, tornou a região mais vulnerável aos preços internacionais e ao monopólio privado, uma vez que toda a estrutura logística foi transferida para o comprador da REAM.

Continua depois da publicidade

A informação foi confirmada pela Folha de S. Paulo, que divulgou uma lista de prioridades do Governo para a gestão de Magda Chambriard, que irá substituir Jean Prates na presidência da Petrobras.

Propaganda
Advertisement