Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Maior parcela de novos postos de trabalho no Acre é ocupada por mulheres e jovens de 18 a 24 anos

Publicado em

Os dados mais recentes do Novo Caged, que colocam o Acre como a unidade da federação que mais registrou aumento na criação de novos empregos no mês de março deste ano, também detalham que no estado as mulheres e os jovens entre 18 e 24 anos ocupam a maior parte das vagas abertas.

No estado, os novos postos de trabalho foram ocupados, em sua maioria, por pessoas do sexo feminino (+676). Jovens na faixa etária de 18 a 24 anos também são o grupo com maior saldo de vagas: +571. Pessoas com ensino médio completo também estão entre as principais atendidas (+765).

O Acre registrou um saldo de 1.183 novos empregos com carteira assinada em março, de acordo com os dados do Novo Caged, divulgados na última terça-feira, 30 de abril. Com isso, apenas nos três primeiros meses deste ano, o estado já registra a criação de 1.920 novas vagas formais de trabalho, consolidando um estoque com 105.756 vínculos de emprego ativos.

Continua depois da publicidade

O resultado no estado para o mês de março foi positivo em três dos cinco grandes grupos de atividades econômicas monitorados pelo Caged. O setor de Serviços registrou a criação de 905 postos formais, com a Indústria respondendo pela geração de 236 vagas e o Comércio por outras 86. Os setores da Agropecuária e do Comércio no Acre apresentaram queda no mês com, respectivamente, -23 e -27 vagas.

Na divisão por municípios, a capital Rio Branco reuniu o maior saldo do período, com a abertura de 825 novas vagas com carteira assinada, o que levou o estoque na capital a um total de 73,9 mil pessoas formalizadas no mercado. Completam a lista dos cinco municípios com maior saldo de postos formais Sena Madureira (161), Senador Guiomard (96), Plácido de Castro (52) e Feijó (37).

Propaganda
Advertisement