Search
Close this search box.
RIO BRANCO

GERAL

Suspeitos mandaram e-mails a parentes de Moraes por uma semana

Publicado em

Após pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), a Polícia Federal prendeu, na manhã desta sexta-feira (31/5), dois suspeitos de ameaçarem a família do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Conforme apurou a coluna Na Mira, um dos alvos da operação é o fuzileiro naval Raul Fonseca de Oliveira. A Marinha acompanha a operação contra o segundo sargento da Força Armada.

Ainda segundo informações apuradas pela coluna, o fuzileiro naval e o outro suspeito, o irmão dele, identificado como Oliverino de Oliveira Júnior, mandaram e-mails para os familiares do ministro durante uma semana, detalhando a rotina deles. Por conta disso, eles são investigados pelos crimes de ameaça e perseguição (stalking).

Os mandados de prisão preventiva foram cumpridos no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Continua depois da publicidade

Além da prisão preventiva dos dois suspeitos, estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão no Rio e em São Paulo.

Propaganda
Advertisement