Search
Close this search box.
RIO BRANCO

MUNDO

Presos vencem ação para observar eclipse solar total em penitenciária dos EUA

Publicado em

Seis detentos do sistema penitenciário dos Estados Unidos conquistaram, na Justiça, o direito de observar o eclipse solar total previsto para o dia 8 de abril, na próxima segunda-feira. Na ação federal movida pelos presos do Centro Correcional de Woodbourne, no condado de Sullivan, em Nova Iorque, a defesa argumentou que o bloqueio durante o eclipse violaria o direito de ‘praticarem suas religiões’.

O fenômeno será restrito aos países da América do Norte, em Estados do México, Canadá e Estados Unidos e o único, do século XXI, em que a totalidade será visível nos três países ao mesmo tempo.

De acordo com os autos do processo, os presos, de diferentes crenças, acreditam que o eclipse “é um evento religioso que devem testemunhar e refletir para observar a sua fé”. O processo, segundo o Departamento de Correções e Supervisão Comunitária dos EUA, chegou a uma ‘resolução apropriada’.

Continua depois da publicidade

Um dos vencedores na ação, o preso Jeremy Zielinski pediu, em janeiro, a autorização para testemunhar o fenômeno natural. Ateu, o detento considera a oportunidade uma chance para “celebrar a ciência, a razão e todas as coisas do ateísmo”.

Após ter seu pedido aceito em março passado, o reeducando explica que foi procurado por outros presos que também desejavam ver o fenômeno. Zielinski, então, questionou a administração penitenciária sobre o pleito dos colegas. “Seria extremamente triste ser a única pessoa capaz de ver este evento”, escreveu.

Dias depois, o departamento penitenciário estadual divulgou que todas as prisões de Nova Iorque seriam fechadas durante o eclipse solar, o que corresponde a 29 condados no norte e oeste da capital.

 

Propaganda
Advertisement