Search
Close this search box.
RIO BRANCO

MUNDO

Quem assume como presidente do Irã após morte de Ebrahim Raisi?

Publicado em

Após a morte do presidente iraniano Ebrahim Raisi em um acidente de helicóptero que ocorreu neste domingo, 19, o primeiro-vice-presidente Mohammad Mokhber deve assumir o cargo. Contudo, essa sucessão só se concretiza com a aprovação do líder supremo, Ali Khamenei, que detém a autoridade final em todos os assuntos de Estado no Irã.

O governo de Mokhber será transitório, já que a Constituição iraniana determina que um conselho, formado pelo vice-presidente, pelo presidente do Parlamento e pelo chefe do Judiciário, deve organizar eleições para escolher um novo presidente em até 50 dias. Raisi havia sido eleito em 2021 e seu mandato iria até 2025.

Morte de Ebrahim Raisi

Continua depois da publicidade

A aeronave que transportava o presidente Raisi sofreu um acidente aéreo devido às más condições do tempo. Raisi retornava de uma viagem oficial ao Azerbaijão, onde participou da inauguração de uma barragem ao lado do presidente Ilham Aliyev.

Na madrugada desta segunda-feira, 20 (horário de Brasília), equipes de buscas localizaram a aeronave de Raisi e sua comitiva. “Não havia sinal de que os passageiros estivessem vivos”, disse o presidente da Sociedade do Crescente Vermelho Iraniano, uma organização humanitária não governamental do Irã.

Segundo a agência de notícias IRNA, o helicóptero caiu no domingo na região entre as cidades de Varzaqan e Jolfa, na província do Azerbaijão Oriental.

Ebrahim Raisi há muito tempo era uma figura proeminente no país. Como presidente, ele supervisionava todo o trabalho do governo e era a segunda pessoa mais poderosa na estrutura política do Irã, depois do líder supremo, o aiatolá Ali Khamenei, do qual é apontado como protegido e possível sucessor para sua posição na teocracia xiita do país. Ele era visto como um político linha-dura e ultraconservador.

Raisi tinha 63 anos e era um clérigo religioso linha-dura que foi eleito presidente do Irã em 2021. Em seu mandato como presidente, ele supervisionou uma estratégia para expandir a influência regional de seu país – apoiando militantes por procuração em todo o Oriente Médio, acelerando o programa nuclear do país e levando o país à beira da guerra com Israel.

No entanto, no mesmo período, o Irã passou por seus maiores protestos contra o governo em décadas e por uma grave desaceleração econômica causada por sanções internacionais e alto índice de desemprego.

Continua depois da publicidade

Quem é o sucessor Mohammad Mokhber

Mohammad Mokhber, de 69 anos, nasceu na cidade de Dezful. Antes de se tornar primeiro-vice-presidente, ele liderava a Execução da Ordem do Imam Khomeini (EIKO), que é uma organização paraestatal com grande influência em quase todos os setores da economia iraniana. A EIKO é supervisionada diretamente pelo líder supremo Ali Khamenei.

Em 2021, próximo às eleições, Mokhber foi sancionado pelo governo dos Estados Unidos devido à sua participação na EIKO. As autoridades americanas alegam que a organização cometeu diversas violações contra os direitos de opositores políticos, minorias religiosas e iranianos exilados, através da apropriação de propriedades. Mokhber, por sua vez, defende que a EIKO tem como objetivo implementar uma economia de resistência no país.

 

Propaganda
Advertisement