Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Beni: Polícia boliviana prende homem acusado de explorar sexualmente mulheres acreanas

Publicado em

Um homem de 44 anos, identificado como Favio J.R., foi preso pela polícia boliviana na cidade de Rurrenabaque, departamento de Beni, acusado de tráfico de duas mulheres acreanas que acabaram se tornando vítimas de exploração sexual.

Graças à intervenção dos investigadores e da Força Especial de Combate ao Crime (FELCC), as autoridades conseguiram resgatar com segurança as duas mulheres, com idades de 21 e 31 anos.

De acordo com as investigações iniciais, as brasileiras, que são da região fronteiriça do Alto Acre, entraram em contato com bolivianos após receberem uma oferta de emprego na cidade de Rurrenabaque. No entanto, ao chegarem ao Aeroporto Internacional de Cobija, foram levadas para o interior de Beni. Em seu primeiro dia, foram direcionadas a uma boate em Rurrenabaque, onde foram forçadas a ter relações sexuais com os clientes.

Continua depois da publicidade

O promotor departamental de Pando, Marcos Arce, informou que entre as primeiras ações investigativas realizadas pelo Ministério Público está um relatório psicológico das vítimas, que detalha como foram recrutadas para fins de trabalho por uma mulher conhecida como Carolina. O Ministério Público de Pando e Rurrenabaque está compilando evidências importantes, como atestados médicos legais das vítimas, depoimentos de testemunhas, registros de coleta e apreensão de provas materiais e imagens fotográficas, entre outros, que serão cruciais para esclarecer os detalhes desse caso terrível.

A prisão do traficante de pessoas foi resultado da colaboração entre as procuradorias de Pando e Beni. Além disso, substâncias controladas também foram encontradas no local e um menor de idade foi resgatado.

Propaganda
Advertisement