Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Comparsas de fugitivos de Mossoró estão em presídio dominado pelo PCC

Publicado em

Com a prisão em flagrante convertida em preventiva dos comparsas que faziam a “escolta” dos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, eles pediram transferência para Belém (PA), uma vez que a cadeia estadual de Marabá é dominada por integrantes de facções rivais do Comando Vermelho (CV): o Primeiro Comando da Capital (PCC) e a aliada Comando Classe A (CCA).

A permanência dos quatro criminosos — identificados como Italo Santos Sena, Juarez Pereira Feitoza, Jefferson Augusto Magno Favacho (os três na foto em destaque) e Eliezer Bruno Pacheco dos Santos — na prisão foi definida pela Justiça Federal de Marabá, no sudeste do Pará, nessa sexta-feira (5/4).

Na ocasião, o juiz federal Heitor Moura Gomes determinou que o processo seja remetido à 2ª Vara Federal de Natal (RN). “É inegável o auxílio prestado pelos custodiados aos fugitivos, além de terem sido apreendidos com armamento”, ressaltou o magistrado.

Devido à rivalidade entre as facções em Marabá, a Justiça ordenou que os quatro fiquem separados do restante da massa carcerária.

Continua depois da publicidade

Os fugitivos de Mossoró Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento foram transferidos, na noite de quinta-feira (4/4), do Pará para o Rio Grande do Norte. Eles vão ficar na mesma unidade prisional de onde escaparam, em 14 de fevereiro.

Propaganda
Advertisement