Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Criminosos invadem residência atrás de ouro, trocam tiros com PMs e um é baleado em Rio Branco

Publicado em

O assaltante Wellington Pereira dos Santos, 19 anos, foi ferido com um tiro, e seus comparsas Kairo Lima e Jonas Gomes, foram presos após invadirem uma residência na noite desta quinta-feira (24), na Rua São Luiz, Travessa Ipê, no bairro Santa Inês, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, os criminosos estavam armados e invadiram a residência após receberem uma informação de que na casa havia ouro guardado. Os bandidos renderam toda família e levaram todos para dentro de um banheiro. Rendidos, estavam uma mulher, com seus dois filhos, um homem e uma mulher. Dentro de um banheiro, a filha da mulher estava com um celular escondido e entrou em contato com uma amiga que acionou a polícia.

Na residência, a polícia agiu rápido e impediu que os meliantes levassem o carro da família e objetos da casa. Ao perceber a chegada da polícia, os assaltante pularam o muro, mas o local já estava cercado e dois acabaram presos na rua de trás da residência na rua Theodorico. Wellington ainda sacou uma arma de fogo e trocou tiros com os Policiais Militares do 2° Batalhão que atenderam a ocorrência. Na troca de tiros, Wellington foi atingido no joelho direito e acabou caindo e preso.

Continua depois da publicidade

Os PMs conseguiram prender Kairo e Jonas, atingir Wellington e um quarto assaltante identificado apenas como “Loirinho” conseguiu fugiu pulando os quintais das residências vizinhas.

Os militares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que esteve no local, prestou os primeiros atendimentos ao assaltante Wellington e encaminhou ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde estável. Após receber alta médica, ele deverá ser levado para a delegacia.

Diante dos fatos, os bandidos receberam voz de prisão e foram encaminhados a Delegacia de Flagrantes (Defla) para responderem pelos crimes praticados nesta ação criminosa.

Propaganda
Advertisement