Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Escândalo desvendado: Policial Civil planejava assassinato do promotor Tales Tranin

Publicado em

Uma trama obscura veio à tona recentemente, revelando um plano sinistro envolvendo um policial civil que supostamente conspirava para assassinar o promotor de Justiça Tales Tranin. A denúncia inicial surgiu de um informante anônimo que alegou ter ouvido o policial discutindo detalhes do plano criminoso.

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) prontamente iniciou uma investigação meticulosa em resposta à grave ameaça contra o promotor. A veracidade das informações foi confirmada, revelando que o policial em questão possui um histórico criminal marcado por condenações anteriores, incluindo tráfico de entorpecentes, e atualmente está em processo de recurso contra essa sentença.

Apesar de sua condenação e do uso anterior de tornozeleira eletrônica, o policial permanece em atividade e enfrenta três Processos Administrativos Disciplinares (PAD). Sua permanência na Polícia Civil gerou um intenso debate no âmbito da segurança pública, levantando questionamentos sobre a manutenção de indivíduos com histórico comprometedor em cargos de responsabilidade.

Continua depois da publicidade

Os desdobramentos desse caso suscitam preocupações sérias sobre a integridade institucional da Polícia Civil e a necessidade de medidas efetivas para garantir a segurança dos agentes envolvidos no enfrentamento do crime organizado. Embora tenha sido contatado para comentar o assunto, o promotor Tales Tranin optou por não se pronunciar, deixando a condução do caso a cargo do GAECO.

A sociedade aguarda respostas e ações enérgicas por parte das autoridades competentes, a fim de assegurar a justiça e a proteção daqueles que dedicam suas vidas à promoção da ordem e da segurança pública.

Propaganda
Advertisement