Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

POLÍCIA

Ex-diretor da Sesacre tem prisão decretada por estupro de enteada; justiça determina cumprimento imediato da pena

Publicado em

A Justiça determinou a prisão do ex-diretor da Sesacre, Hilder Halley Oliveira Dias, por estupro de sua enteada. Hilder, que ocupava o cargo de chefe do Departamento de Ações Primárias (DAP) na Secretaria de Estado de Saúde do Acre e era servidor do Ministério da Saúde, recebeu a sentença definitiva de 12 anos de prisão por abuso sexual cometido contra a enteada quando ela tinha apenas 12 anos.

Mesmo após a condenação em 2019, Halley Dias permanecia em liberdade enquanto recorria da decisão judicial. No entanto, com a nova determinação da justiça para sua prisão imediata, ele poderá ser detido a qualquer momento.

Além do caso envolvendo a enteada mais velha, Halley é acusado de abusar sexualmente da enteada mais nova, que na época dos crimes tinha apenas 6 anos. Neste segundo processo, ele foi condenado a 14 anos de prisão e também aguardava o desfecho em liberdade.

Continua depois da publicidade

O pedido de prisão contra Halley estava registrado no portal do Conselho Nacional de Justiça, reforçando a decisão judicial e a gravidade dos crimes pelos quais ele foi condenado. A mãe das duas crianças, mesmo surpresa com a notícia, destacou a importância da justiça sendo feita nesse caso delicado.

Propaganda
Advertisement