Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

POLÍCIA

Justiça para as vítimas: Homem é preso por golpes em idosas no Marajó

Publicado em

Em uma reviravolta chocante, a ação da Polícia Civil resultou na prisão de um homem que explorava de forma cruel e covarde duas idosas, visando a apropriação indébita de seus benefícios sociais, em Belém.

A investigação teve início após o resgate dramático de uma das vítimas na remota Cachoeira do Arari, no arquipélago do Marajó, onde a idosa vivia em condições desumanas e privada do acesso aos seus direitos previdenciários há anos.

Descobriu-se que a idosa, com direito a uma pensão por morte, vinha sendo lesada sistematicamente, recebendo apenas parcelas irrisórias e esporádicas do que lhe era devido. O criminoso, agora sob custódia, foi encontrado na posse de pertences das vítimas, incluindo documentos pessoais e previdenciários, evidenciando um esquema nefasto de usurpação.

Continua depois da publicidade

Estima-se que o golpista tenha se apropriado indevidamente de quase R$20.000 somente neste ano, através de empréstimos fraudulentos realizados em nome das idosas indefesas. A trama criminosa teve início em uma agência bancária, onde o indivíduo abordou a idosa com falsas promessas de auxílio.

O acusado enfrenta agora graves acusações por apropriação indébita dos rendimentos de idosos, delito previsto no Estatuto do Idoso. Caso condenado, poderá enfrentar pena de reclusão de um a quatro anos, além de multa, refletindo a gravidade e repugnância da exploração dos mais vulneráveis.

Que este caso sirva como alerta para a importância da proteção dos direitos dos idosos e da vigilância contra aqueles que buscam lucrar à custa da fragilidade alheia. A justiça deve prevalecer para as vítimas e para que atos tão desumanos não encontrem espaço em nossa sociedade.

Propaganda
Advertisement