Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Ligações feitas para avó ajudou policia encontrar os fugitivos de Mossoró

Publicado em

A forte ligação familiar entre o fugitivo da Penitenciária Federal de Mossoró, Rogério Mendonça da Silva, e sua avó Tereza Padilha Silva, de 86 anos, desempenhou um papel crucial na localização dos criminosos pelas autoridades.

De acordo com informações obtidas, Rogério mantinha contato com diversos familiares por meio de celulares, preocupando-se com o estado de saúde da idosa. A relação entre os dois remonta à infância do fugitivo, quando passou a ser criado pela avó na região de Ramal de Cassarian, no Acre, devido à necessidade de sua mãe cuidar de outro filho com deficiência no Rio de Janeiro.

Após a fuga de Rogério em 14 de fevereiro, Tereza Silva fez apelos emocionados às autoridades para que seu neto fosse encontrado ileso, ao mesmo tempo em que instava o próprio Rogério a se entregar. Ela expressou angústia pela falta de contato do neto e clamou por notícias sobre seu paradeiro.

Continua depois da publicidade
Propaganda
Advertisement