Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

‘Não demonstrou nenhum tipo de arrependimento’, diz irmão de adolescente que matou os pais

Publicado em

Um adolescente de 16 anos foi apreendido em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro, após confessar que matou os pais após uma discussão. À rádio Itatiaia, o irmão mais velho do jovem afirmou que ele não demonstrou nenhum tipo de arrependimento. Além disso, contou considerar que o jovem tinha atitudes agressivas.

“Eu não imaginava que isso iria acontecer. Chegar a esse ponto. Até porque ele não demonstrou nenhum tipo de arrependimento. Nem quando foi pego e nem na delegacia”, afirmou, ao veículo.

O adolescente era adotado e vivia com a família desde 2014. A discussão que motivou o assassinato teria ocorrido porque os pais não deixaram o adolescente faltar à escola para poder descansar para uma aula de jiu-jitsu.

Continua depois da publicidade

O irmão mais velho do menino disse que conviveu com o adolescente por pouco tempo e que ele era tratado com amor e dedicação pela família. “Só que o comportamento do meu irmão perante eles era muito agressivo, arrogante, tinha que ser na hora dele”, disse.

Depois do assassinato, o jovem saiu de casa para lanchar com um amigo. Na volta, ele ateou fogo no quarto em que os corpos dos pais estavam, no 2º andar da residência. Segundo a polícia, foi o próprio adolescente que ligou para a PM e para os bombeiros.

A Polícia Civil do Rio fez uma perícia no local do crime. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) do centro da capital carioca.

 

Propaganda
Advertisement