Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Operação “Refúgio”: Polícia Civil apreende drogas, armas e prende tesoureiro de facção em Mâncio Lima

Publicado em

A Polícia Civil do Acre (PCAC) realizou hoje, quarta-feira, 03, uma operação bem-sucedida em Mâncio Lima, resultando na apreensão de drogas, armas e na prisão do tesoureiro de uma facção criminosa, juntamente com outras quatro pessoas envolvidas em atividades ilícitas.

Sob o nome de “Operação Refúgio”, o esforço conjunto de 23 policiais civis de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul, liderados pelo delegado José Obetânio, desferiu um golpe significativo contra a organização criminosa que vinha cometendo uma série de crimes na região, incluindo extorsão, roubo, furto e tráfico de drogas.

Durante a operação, cinco indivíduos foram detidos em diferentes bairros. O destaque foi a prisão do tesoureiro da facção criminosa, responsável pela gestão financeira do grupo e por extorquir os comerciantes locais. Com ele, foram encontrados mais de R$ 4 mil em espécie, provenientes das atividades criminosas, juntamente com uma quantidade significativa de drogas.

Continua depois da publicidade

Além do líder criminoso, as outras quatro pessoas detidas estão sob investigação por participação em atividades criminosas. Em suas residências foram encontradas armas, drogas e dinheiro oriundos do tráfico.

O delegado José Obetânio afirmou que as investigações continuarão e novas prisões podem ocorrer a qualquer momento. O material apreendido será minuciosamente analisado para identificar outros membros da organização criminosa.

Entre os detidos está uma mulher identificada como M.J.M., de 40 anos, encarregada de vender drogas e angariar fundos para o grupo. Outro preso é F.S.C., de 23 anos, que apesar de usar tornozeleira eletrônica, era responsável por roubos e furtos na região.

O delegado destacou a importância das denúncias da sociedade contra criminosos e elogiou o trabalho incansável dos agentes policiais no combate ao crime. A operação contou com o apoio dos policiais civis da Deam, Nepatri e NEIC de Cruzeiro do Sul.

Propaganda
Advertisement