Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Pintor é preso por matar garota de programa após discordar de valor cobrado

Publicado em

Um pintor, de 36 anos, foi preso nesta quarta-feira, 5, suspeito de matar uma garota de programa em um hotel de Santos, no litoral de São Paulo. O homem confessou ter agredido e enforcado a vítima até que ela desmaiasse, após discordar do valor do serviço sexual pedido por ela.

Ao Terra, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), disse que a prisão ocorreu na Avenida Santo Antônio do Valongo, no Morro São Bento, onde moram familiares do suspeito.

Raquel da Costa Santos, de 41 anos, foi encontrada morta em um quarto de hotel na Rua Bittencourt, no Centro de Santos, no final de maio. À TV Tribuna, afiliada da TV Globo, o delegado da 3ª Delegacia de Homicídios, Thiago Bonametti, falou como estava a cena do crime.

Continua depois da publicidade

“A princípio não foi verificado nenhum sinal muito evidente de violência, apesar de ter um pouco de sangue no local. É uma secreção [sangue] comum ali e pode ocorrer de diversas formas. Não havia nenhum ferimento que chamasse atenção nos exames iniciais”, disse o delegado à reportagem.

Apesar de inicialmente não terem sido encontrados sinais de violência no corpo de Raquel, o médico legista identificou hematomas no pescoço da vítima, o que comprovariam a versão de enforcamento que o suspeito deu à polícia após a prisão.

O suspeito deve ficar detido por 30 dias enquanto a Polícia Civil aguarda a conclusão dos laudos periciais. Como já havia um mandado de busca contra o suspeito, o caso foi registrado como captura de procurado na 3ª Delegacia da Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC).

 

Propaganda
Advertisement