Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Polícia Civil pede prisão do motorista de Porsche que matou homem em acidente em SP

Publicado em

Polícia Civil de São Paulo pediu a prisão preventiva do empresário Fernando Sastre de Andrade Filho, 24 anos, condutor do Porsche, que causou um acidente no último domingo (31) em São Paulo e matou o motorista de aplicativo Ornaldo da Silva Viana, de 52 anos, que dirigia uma Sandero. Segundo o delegado do caso, Nilson Alves, como o acusado tem poder aquisitivo elevado, pode forjar provas em seu favor e subornar testemunhas. Ele também apontou que o empresário cometeu um crime de “extrema gravidade” e fugiu, além de ter tido a habilitação suspensa no passado por desrespeitar normas de trânsito. A defesa do acusado ainda não se manifestou sobre o novo pedido de prisão.

Os policiais militares que liberaram o motorista do Porsche depois do acidente que ocorreu no bairro do Tatuapé estão afastados das ruas para averiguação da conduta dos agentes, o que a Secretaria de Segurança Pública ainda não confirmou. A pasta afirmou, em nota, que “as investigações do caso prosseguem pelo 30° Distrito Policial (Tatuapé), que realiza todas as diligências necessárias e aguarda os resultados dos laudos periciais para elucidação dos fatos e possível pedido de prisão preventiva contra o autor. Em paralelo, a Polícia Militar instaurou uma sindicância para apurar a conduta dos agentes que atenderam a ocorrência. Depoimentos já foram colhidos e imagens estão sendo analisadas. Comprovado o descumprimento dos procedimentos operacionais, os policiais serão responsabilizados”.

de Fernando Sastre Filho, Marcus Vinicius Machado Rocha, compareceu ao 30º Distrito Policial do Tatuapé para prestar depoimento e contou que o motorista do Porsche e a namorada “beberam alguns drinks” em um restaurante e depois seguiram para o clube de pôquer. Na hora de ir embora, Sastre Filho teria brigado com a mulher com quem se relaciona porque o empresário queria dirigir. Neste momento, Rocha se ofereceu para dirigir o carro de luxo, mas o amigo negou e foi no banco de carona. As garotas seguiram em carros separados dos dois. O amigo está internado, em coma induzido na UTI. Ele teve quatro costelas quebradas e retirou o baço. Fernando chegou, ainda, a confessar que dirigia acima do limite de velocidade permitida pela Avenida Salim Farah Maluf, no sentido Radial Leste, que é de 50km/h.

Continua depois da publicidade
Propaganda
Advertisement